Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novidades Apple: Do ‘fitness’ às casas inteligentes

As mais recentes apostas da Apple foram apresentadas esta segunda-feira, 2 de Junho, na WWDC. Para já, não há novo ‘hardware’ à vista.

Bloomberg
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 03 de Junho de 2014 às 10:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Numa palavra pode ser definida a aposta da Apple para os próximos tempos: ‘software’. As novidades foram apresentadas esta segunda-feira, 2 de Junho, na Worldwide Developers Conference (WWDC) em São Francisco.

 

A nova versão do sistema operativo para dispositivos móveis da marca, o iOS8 é uma das bases em que assentam os novos projectos da Apple. A ele junta-se o Mac OS X, também baptizado de Yosemite, para computadores de mesa e portáteis.

 

A meta é criar uma "experiência integrada e contínua" entre os diferentes tipos de dispositivo, revelou Tim Cook, CEO da Apple (na foto). Os utilizadores poderão, por exemplo, fazer uma chamada telefónica a partir do seu iPhone utilizando o computador portátil.

 

A possibilidade de integrar teclados alternativos e as alterações no iMessage, que conta com novas funcionalidades semelhantes ao WhatsApp, são outras das novidades.

 

No âmbito da sua nova linguagem de programação, a Swift, a Apple anunciou que vai entregar a criadores externos de ‘software’ o desenvolvimento da tecnologia de identificação por impressão digital, que permitirá aos proprietários dos dispositivos desbloquear os mesmos sem necessidade de recorrer a senha.

 

Sem resposta ficaram as expectativas sobre os frutos do mais recente negócio com a Beat, a maior aquisição de sempre da marca, e o lançamento do ‘wearable’ iWatch.

 

Segundo o "Financial Times", a Apple já vendeu mais de 800 milhões de dispositivos móveis. No total foram 500 milhões de iPhones, 200 milhões de iPads e 100 milhões de iPods Touch.

 

 

As grandes novidades da Apple de acordo com a imprensa internacional:

 

HealthKit: um centro de saúde à distância de um gadget

Chama-se HealthKit e revela uma aproximação da Apple ao mundo do ‘fitness’. A meta é agregar numa única plataforma os dados de várias aplicações da área de saúde.

 

A Apple está a trabalhar com a Nike e a Mayo Clinic para tornar mais integrada (e rápida) as actividades de monitorização de exercício físico, o regime alimentar ou o ritmo cardíaco através desta nova aposta.

 

 

HomeKit: para quando não tem a certeza se desligou a luz lá de casa

A aposta no ramo das chamadas casas inteligentes já tinha sido avançada na passada semana pelo "Financial Times".

 

O HomeKit surge como uma plataforma que permite controlar dispositivos como portas, luzes ou termostatos desde que estes tenham integrada esta vertente tecnológica.

 

Assim, com a ajuda da assistente virtual comandada por voz (agora melhorada), a Siri, o proprietário não terá de se deslocar para confirmar se apagou, de facto, a luz da sala. Basta dar o comando de voz no ‘gadget’ da Apple que tiver mais à mão.

 

A companhia americana está a colaborar directamente com cerca de 12 empresas ligadas a esta área, com um plano bem definido: criar um código que permita evitar entradas indevidas no sistema da casa.

 

CloudKit: os documentos importantes em todos os dispositivos

Com as melhorias realizadas no iCloud, a Apple adicionou a possibilidade de sincronizar arquivos entre vários dispositivos. Assim, o sistema de armazeamento de ficheiros online desafia directamente alguns dos seus concorrentes neste segmento, nomeadamente a Dropbox e a Google Drive.

 

Para os utilizadores estão disponíveis 5GB de forma gratuíta.

Ver comentários
Saber mais Apple Tim Cook economia negócios e finanças Informação sobre empresas tecnologias de informação economia (geral)
Mais lidas
Outras Notícias