Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Startups europeias somam 116 mil milhões de investimento em 2021

Em 2021, as startups europeias arrecadaram um total de investimento de 116 mil milhões de dólares, um crescimento de 150% em termos homólogos. Mas foram as norte-americanas quem receberam mais, com um recorde de 330 mil milhões de dólares.

Bloomberg
Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 08 de Janeiro de 2022 às 12:00
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
No ano passado, as startups europeias somaram um total de 116 mil milhões de dólares (102,56 mil milhões de euros), valor que refletiu um crescimento de 150% face ao "bolo" de 2020. Os dados são divulgados pela plataforma Crunchbase, que estima que o total de investimentos globais neste tipo de empresas tenha atingido os 643 mil milhões de dólares (568,55 mil milhões de euros), contra os 335 mil milhões de 2020.

Embora o montante de financiamento às startups europeias tenha refletido um crescimento significativo, é na América do Norte que continua a estar concentrado o maior valor, com 330 mil milhões de dólares. À atual conversão, trata-se de 291,79 mil milhões de euros.

Depois da América do norte, mais concretamente dos Estados Unidos, é na Ásia que se concentra o segundo maior valor de investimentos, com 165 mil milhões de dólares (145,89 mil milhões de euros). Comparando com o ano anterior, os investimentos nas companhias desta região cresceram 50%.

Tal como tem acontecido em anos anteriores, a "fatia de leão" destes investimentos está direcionada para as empresas num maior grau de maturidade e também para o crescimento na área tecnológica. 

Número de unicórnios também cresceu em 2021
Estes dados da Crunchbase fazem as contas ao número de empresas privadas com uma avaliação superior a mil milhões de dólares, os chamados unicórnios. Pela primeira vez, foi ultrapassada a fasquia das mil empresas neste estatuto.

De acordo com os dados da Crunchbase, há cerca de 1.148 empresas no "Unicorn Board", num ano em que 586 empresas se juntaram a este grupo. Em comparação, em 2020 a plataforma estimava 167 entradas nesta lista.

Em 2021, foi o terceiro trimestre de 2021 que viu nascer o maior número de novos unicórnios, com 157 empresas.

Também o grupo de unicórnios com ADN português "engordou" em 2021, quando empresas como a Feedzai, a Remote, a Sword Health ou a Anchorage se juntaram ao clube onde já estavam a Farfetch, OutSystems e a Talkdesk.
Ver comentários
Saber mais startups Crunchbase unicórnios
Outras Notícias