Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Taiwan está a olhar para cooperação com três países europeus na área dos semicondutores

Taiwan está a estudar a hipótese de cooperar com três países do leste da Europa para desenvolver esforços na área dos semicondutores. Uma ação do género poderá ser bem vista em Bruxelas, em altura de crise dos “chips”.

A TSMC é uma das gigantes da indústria instalada em Taiwan. TSMC
Negócios jng@negocios.pt 25 de Novembro de 2021 às 10:14
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

Taiwan, onde estão instaladas gigantes da produção de semicondutores, como é o caso da TSMC, está a olhar para um cenário de cooperação com três países do leste da Europa - a Eslováquia, República Checa e a Lituânia. 


Em declarações citadas pela agência Reuters, Kung Ming-hsin, que lidera o Conselho Nacional para o Desenvolvimento, indicou que já foram realizadas visitas aos países em causa no mês passado, mencionado que estas nações europeias demonstraram interesse em colaborar com Taiwan. 


Este responsável indicou à imprensa que serão estabelecidos grupos de trabalho com estes países para perceber de que forma esta cooperação poderá ser desenvolvida. Ming-hsin não especifica que esta colaboração poderá ser feita através da instalações de fábricas, mas sublinha que "a cadeia de distribuição de semicondutores é enorme", situação que abre a porta a que "muitas países possam desempenhar papéis diferentes". Assim, Taiwan menciona a possibilidade de formações para treino técnico, por exemplo. 


Caso uma movimentação deste género venha a acontecer, poderia ser bem vista por Bruxelas. Perante a crise de "chips" que se faz sentir à escala global, com efeitos em várias indústrias, como o setor tecnológico ou automóvel, a Comissão Europeia anunciou planos para criar um "ecossistema" de fabrico de chips, com o grande objetivo de trabalhar na "autossuficiência" europeia nesta área. 


Em declarações feitas em setembro, Ursula von der Leyen, a presidente da Comissão Europeia, referiu que, com estes planos, "o objetivo é criar em conjunto um ecossistema de chips europeus de última geração e produzi-los. Isso irá garantir a segurança da UE no abastecimento e irá desenvolver novos mercados de tecnologia europeia inovadora", acrescentou a líder do bloco dos 27. 

Ver comentários
Saber mais Taiwan chips semicondutores
Outras Notícias