Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vision-Box: "O controlo de temperatura nos aeroportos não é bem feito"

O presidente executivo da tecnológica Vision-Box, Miguel Leitmann, critica a eficácia dos sensores de medição de temperatura nos aeroportos.

A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
"Caricato". É assim que Miguel Leitmann, CEO da tecnológica Vision-Box, classifica o processo de medição da temperatura corporal que, por causa da pandemia, se tornou habitual, e até obrigatório, em alguns serviços. É o caso dos passageiros dos aeroportos, que estão impedidos de entrar num avião se o termómetro marcar mais de 37,5 graus. 

"A precisão desses sensores deixa muito a desejar", atira o especialista, em entrevista ao Jornal de Negócios e à Antena 1. A Vision-Box é a empresa responsável pelos sistemas de controlo automático de fronteiras em Portugal. Uma tecnologia avançada, "com exigências elevadíssimas de precisão em termos biométricos", à qual "não faz sentido" juntar mais um processo altamente falível". 

Miguel Leitmann não tem dúvidas de que o controlo da temperatura dos passageiros "é mal feito", e explica porquê. "Se entrarmos no aeroporto com um ambiente de frio, a temperatura que é medida não corresponde à temperatura que a pessoa eventualmente tem em caso de doença. E se uma pessoa vai a correr para uma porta de embarque, obviamente que a temperatura também não corresponde".

Nas soluções que desenvolve para os aeroportos de todo o mundo, Miguel Leitmann afirma que a Vision-Box evita incluir  "uma câmara com níveis de qualidade muito baixa, porque iria destruir todo o conceito de segurança e de qualidade" alcançado pela empresa.
Ver comentários
Saber mais miguel leitmann vision-box conversa capital temperatura aeroporto
Outras Notícias