A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Estudo da Anacom aponta falhas aos serviços móveis nos comboios Alfa Pendular

O regulador das comunicações analisou em julho o desempenho dos serviços móveis dos três principais operadores no serviço Alfa Pendular da CP. O estudo, feito em julho, revela a necessidade de melhoria da qualidade das redes móveis.

A CP vai renovar mais nove Alfa até 2019
Miguel Baltazar/Negócios
Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 14 de Outubro de 2021 às 15:22
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

Entre 12 e 20 de julho deste ano, a Anacom estudou o desempenho dos serviços móveis da Meo, Nos e Vodafone no serviço Alfa Pendular da CP. A análise avaliou os serviços prestados em 2G, 3G e 4G ao longo da totalidade da extensão do eixo ferroviário entre Braga, Porto, Lisboa e Faro. 


Durante o trabalho de campo, explica o regulador das comunicações, foram contabilizadas 1.462 chamadas de voz e 8.916 sessões de dados. Pelas contas da Anacom, estes números corresponderam a aproximadamente 487 chamadas de voz e 495 sessões de dados por indicador e operador, "numa extensão de 2.800 quilómetros". 


A partir destes números, a Anacom concluiu que o serviço de voz apresenta um "desempenho global fraco", com "muitas áreas onde não é possível estabelecer ou manter as chamadas". Neste cenário, a entidade liderada por João Cadete de Matos atribuiu um "melhor desempenho por parte do operador Vodafone e um pior desempenho por parte dos operadores Meo e Nos". 


Já por troço ferroviário, o estudo da Anacom destaca "pela negativa" os troços Trofa-Porto/Campanhã; Santarém-Carregado e Funcheira/Ourique-Tunes, "onde nenhum dos três operadores apresenta bons desempenhos no serviço de voz". 


Na análise aos serviços de dados, a Anacom destaca que, "de uma forma geral", foi registada uma "adequada capacidade de estabelecimento e retenção de sessões de dados". Já quando a questão se virava para os serviços de navegação na Internet e YouTube video streaming "a verificação da latência [o tempo decorrido entre uma ação e a resposta] de transmissão de dados registam uma degradação destas capacidades." 


Nas sessões de transferência de ficheiros estabelecidas e mantidas com sucesso a bordo dos Alfa Pendular, foram registadas "razoáveis velocidades médias globais de transferência de dados", tanto em download como em upload. Foram registadas diferenças de desempenho "relevantes" entre os operadores, com a Meo e a Vodafone a apresentar os melhores desempenhos e a NOS a apresentar os piores desempenhos.


Contudo, este indicador apresenta uma variabilidade muito elevada, reconhece a Anacom, "observando-se valores máximos de 168,88 Mbps e 55,23 Mbps e mínimos de 0,006 Mbps e 0,011 Mbps, respetivamente em download e upload, que dificultam ou impossibilitam a transmissão de dados em condições adequadas". 


Obrigações de cobertura na ferrovia contempladas no leilão do 5G

Este estudo da Anacom recorda que existem obrigações de cobertura contempladas no leilão do 5G e de outras faixas relevantes no que diz respeito aos itinerários ferroviários do Corredor Atlântico. 


Até ao final de 2025, as obrigações incluem "um serviço de banda larga móvel com um débito mínimo de 100 Mbps que assegure a cobertura de cada um dos itinerários ferroviários incluídos no Corredor Atlântico, na parte relativa ao território nacional, da ligação Braga-Lisboa, da ligação Lisboa-Faro e das ligações urbanas e suburbanas de Lisboa e Porto". 


A isto acresce ainda a obrigação de cobertura de 85% de cada um dos restantes itinerários ferroviários.

Ver comentários
Saber mais Anacom Alfa Pendular telecomunicações
Outras Notícias