Aviação Chairman da TAP: “é com pena que recebemos notícia da saída da HNA”

Chairman da TAP: “é com pena que recebemos notícia da saída da HNA”

Miguel Frasquilho disse que o grupo HNA era a porta da TAP para oriente, mas garantiu que a companhia terá de entrar no mercado asiático.
Chairman da TAP: “é com pena que recebemos notícia da saída da HNA”
Bruno Simão/Negócios
Maria João Babo 15 de março de 2019 às 14:42

O presidente do conselho de administração da TAP afirmou esta sexta-feira, 15 de março, num almoço debate organizado pelo International Club of Portugal que "foi com pena que recebemos a notícia" de que o grupo chinês HNA vendeu a sua posição na Atlantic Gateway, que detém 45% da companhia área, ainda que salientando que "não era inesperado".

 

Lembrando que eram conhecidas as dificuldades do grupo chinês no último ano e meio, e a venda de ativos que vinha a fazer, Miguel Fransquilho salientou que "chegou à TAP".

"Era a nossa porta para Oriente", afirmou o responsável, garantindo ainda assim que a TAP terá de entrar no mercado asiático.

Para Miguel Frasquilho isso não acontecerá nos próximos dois ou três anos, mas depois de consolidar a sua estratégia Atlântica,"a expansão implica estar atento ao que se passa na Ásia ".

Miguel Frasquilho adiantou que a posição da HNA foi comprada por David Neeleman e Humberto Pedrosa, salientando essa aquisição como um sinal de confiança na companhia aérea .




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI