Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Olena Zelenska: "A tecnologia pode ajudar em vez de destruir. Por isso ajudem-nos"

A primeira-dama da Ucrânia denunciou que a Rússia está a usar a tecnologia para a aumentar o terror contra civis ucranianos.

Miguel A. Lopes / Lusa
Marta Velho martavelho@negocios.pt 01 de Novembro de 2022 às 22:05
  • Partilhar artigo
  • 9
  • ...
Longamente ovacionada antes e depois da sua intervenção no palco principal da Web Summit, na noite de abertura do evento, Olena Zelenska escolheu falar sobre todas as formas como a tecnologia está a impactar a guerra na Ucrânia, para o bem e para o mal.

"Não sou uma entendida em tecnologia, sou apenas uma utilizadora", começou por dizer, com uma voz que denotava algum nervosisimo. A primeira-dama da Ucrânia sublinhou que, ainda assim, a experiência do utilizador ainda valia alguma coisa e, para ela, podia servir para indicar que a tecnologia pode determinar o rumo dos acontecimentos. "A tecnologia move o mundo", frisou.

Olena Zelenska lembrou que, do lado da Rússia, os avanços tecnológicos e a inovação estão a ser usados para aumentar o terror. "A destruição que vocês veem nos filmes de ficção científica está mais perto do que vocês pensam", indicou, mostrando vídeos de escombros de cidades ucrânianas, após ataques russos com mísseis e drones. "A Rússia põe a tecnologia ao serviço do terror."

A mulher do presidente Zelesnky aproveitou também para chamar a atenção para as infraestruturas e centrais elétricas que têm sido alvos de constantes ataques. Sem eletricidade, não há inovação, lembrou, assegurando que está a ser feito investimento na segurança dos sistemas digitais do país. 

Contudo, a primeira-dama falou também dos benefícios da tecnologia e da forma que esta está a ajudar na guerra. Falou dos programas de saúde mental que está a desenvolver - e que quer disponíveis nos telemóveis de todos os ucranianos - e também das próteses que estão a ser usadas em civis afetados pelo conflito.

Na conclusão da sua intervenção, Olena Zelenska deixou um apelo: "A tecnologia pode ajudar em vez de destruir. Por isso ajudem-nos".
Ver comentários
Saber mais Rússia Ucrânia Olena Zelenska distúrbios guerras e conflitos economia negócios e finanças ciência e tecnologia conflito armado
Outras Notícias