Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lisboa acompanha Europa e cai mais de 1%

A bolsa portuguesa terminou o dia no vermelho, acompanhando a tendência negativa das congéneres europeias. Das 15 cotadas do PSI. apenas a Nos e o BCP fecharam com ganhos.

A partir de março de 2022, o índice de referência nacional muda de nome e passa a chamar-se apenas PSI.
Miguel Baltazar
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 20 de Setembro de 2022 às 16:39
  • Partilhar artigo
  • 24
  • ...
O PSI recuou 1,15%, para os 5.772,37 pontos, esta terça-feira, acompanhando o sentimento negativo vivido na generalidade das principais praças europeias. Apenas duas das 15 cotadas do índice nacional fecharam positivas, com as restantes 13 a terminarem a sessão em queda.

Em véspera do anúncio pela Reserva Federal dos EUA (Fed) de nova subida nas taxas diretoras, sendo a dúvida apenas se o incremento será de 75 ou 100 pontos base, os investidores mostram-se cada vez mais pessimistas quanto à evolução da economia global.

A Semapa foi a cotada mais castigada, com um recuo de 3,51%, seguindo-se os CTT e Corticeira Amorim, com perdas de 2,91% e 2,85%, respetivamente.

O setor papeleiro, aliás, registou um dia bastante negativo, com, além da Semapa, a Altri a cair 2,84% e a Navigator a ceder 2,21%. 

Na energia, a Greenvolt perdeu 2,22%, ao passo que a REN caiu 1,56%. Já a EDPR e a EDP, com quedas de 1,31% e 0,83%, não evitaram quedas apesar da subida dos preços-alvo por parte do Barclays e Morningstar. Por fim, a Galp deslizou 0,3%.

Nota ainda para o retalho, com a Jerónimo Martins a cair 2,12% e a Sonae a ceder 1,01%.

Pela positiva, a Nos avançou 1,93%, beneficiando de uma avaliação positiva pelo CaixaBank/BPI. O BCP, por seu turno, aproveitou a subida do "target" pela JB Capital e somou 0,83%, contrariando as quedas da banca na Europa.
Ver comentários
Outras Notícias