Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street em queda apesar de bons resultados da Wal-Mart

As principais praças de Nova Iorque abriram em queda apesar dos ganhos da Wal-Mart, que obteve resultados a superar as estimativas dos analistas. A possibilidade de a Fed subir juros já em Junho também influencia.

Bloomberg
David Santiago dsantiago@negocios.pt 19 de Maio de 2016 às 14:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O índice industrial Dow Jones iniciou a sessão desta quinta-feira, 19 de Maio, a perder 0,39% para 17.458,04 pontos, assim como o tecnológico Nasdaq Composite que abriu o dia a ceder 0,38% para 4.721,148 pontos.

 

Já o índice Standard & Poor’s 500 começou a sessão a desvalorizar 0,4% para 2.040,12 pontos.

 

A marcar este início de sessão estão os bons resultados trimestrais apresentados esta quinta-feira pela retalhista norte-americana Wal-Mart, a maior mundial. As vendas realizadas com base nas mesmas lojas (like-for-like), o que expurga da análise novas lojas entretanto abertas, aumentaram 1% no primeiro trimestre de 2016. Os analistas esperavam um aumento de apenas 0,5%.

Já os lucros nos primeiros três meses deste ano ascenderam a 98 cêntimos de dólar por acção, resultado que compara com a estimativa dos analistas que apontava para lucros de somente 88 cêntimos por acção.

Estes resultados estão a ser bem recebidos pelos investidores, especialmente depois dos mais números divulgados por outras grandes retalhistas, como a Target e a Macy’s. Os títulos da Wal Mart disparam 8,46% para 68,49 dólares.

 

Também a concentrar as atenções dos investidores norte-americanos está a possibilidade reforçada de a Reserva Federal dos Estados Unidos voltar a subir a taxa de juro de referência já no próximo mês de Junho. Nas minutas ontem reveladas, a instituição presidida por Janet Yellen abriu a porta a uma nova subida dos juros já em Junho, embora mantenha como condição a melhoria dos indicadores económicos.

"É provável que seja apropriado para o Comité [de Federal de Mercado Aberto, FOMC] subir o intervalo da taxa de juro de referência em Junho", revelam as minutas do encontro de Abril.

Ver comentários
Saber mais Wall Street Reserva Federal Juros Wal-Mart Dow Jones Nasdaq Composite Standard&Poor's 500
Outras Notícias