Research Barclays inicia cobertura da EDP com potencial de valorização de 18%

Barclays inicia cobertura da EDP com potencial de valorização de 18%

O banco inglês iniciou a cobertura da EDP com um preço-alvo que lhe confere um potencial de valorização de 18%, face ao último fecho. O Barclays voltou a cobrir também a EDP Renováveis.
Barclays inicia cobertura da EDP com potencial de valorização de 18%
Gonçalo Almeida 27 de setembro de 2019 às 07:45

Os analistas do Barclays começaram a cobrir a EDP - Energias de Portugal, com um preço-alvo de 4,20 euros por ação e uma recomendação de "overweight". Ou seja, tendo em conta que a energética fechou a sessão de ontem nos 3,55 euros, o preço-alvo definido pelo banco dá uma margem de valorização de 18%.

 

O preço-alvo médio de todos os analistas que cobrem a EDP é de 3,74 euros por ação. Ao nível da recomendação, a empresa tem 11 analistas a recomendar "comprar", 8 a aconselhar "manter" e 1 a dizer para "vender", segundo os dados recolhidos pela Bloomberg.

 

Nos últimos três meses, a EDP tem visto o preço-alvo atribuído pelos analistas subir em média 3,4%. No mesmo período, a empresa valorizou 6,25% em bolsa.

Os analistas do banco britânico anunciaram também que voltaram a cobrir a subsidiária da empresa liderada por António Mexia, a EDP Renováveis, com um preço-alvo de 10 euros, o que lhe confere um potencial de subida de 1%, face ao preço do último fecho de 9,90 euros.

 

Além do preço-alvo, o banco atribuiu uma recomendação de "equal-weight". Segundo os dados recolhidos pela Bloomberg, a EDP Renováveis tem 13 notas de research com recomendação de "comprar"e 4 de "manter".

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI