Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Frio faz subir preço do petróleo

O preço do barril de petróleo seguia a valorizar mais de 1% em Londres, depois das previsões meteorológicas apontarem para uma descida nas temperaturas na Europa e nos EUA, o que deverá aumentar a procura por gasóleo de aquecimento.

Paulo Moutinho 21 de Novembro de 2005 às 16:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O preço do barril de petróleo seguia a valorizar mais de 1% em Londres, depois das previsões meteorológicas apontarem para uma descida nas temperaturas na Europa e nos EUA, o que deverá aumentar a procura por gasóleo de aquecimento.

O West Texas Intermediate (WTI) [cl1], negociado em Nova Iorque, ganhava 0,24% para os 57,35 dólares e o «brent» [co1], transaccionado em Londres, subia 1,04% para os 55,45 dólares.

No Reino Unido e na Alemanha os termómetros estão perto dos zero graus, situação que se deverá manter durante o resto da semana. Nos EUA, o frio, deverá levar a procura a subir um terço acima do normal para esta altura do ano, devendo aumentar a procura por gasóleo de aquecimento e consequentemente o preço do barril de petróleo.

Os analistas consultados pela Bloomberg afirmam que poderá fazer «muito frio em Dezembro, Janeiro e Fevereiro», o que poderá levar os preços do petróleo a valores recorde.

Ao mesmo tempo, a produção no Golfo do México mantém-se abaixo dos valores normais, depois da destruição dos furacões «Katrina» e «Rita». A produção diária das companhias petrolíferas da região mantém-se em cerca de 47%.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) afirmou no final da semana que não deverá reduzir a produção de barris de petróleo, uma vez que a procura na Europa e nos EUA continua elevada. A OPEP produziu cerca de 30,1 milhões de barris da matéria-prima por dia durante o mês de Outubro, inferior ao registado em Setembro, com a maior parte das companhias a produzir na máxima capacidade.

Mais lidas
Outras Notícias