Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

África do Sul: Bancos disparam após reviravolta na escolha do ministro das Finanças

Jacob Zuma demitiu o ministro das Finanças e escolheu um desconhecido para o cargo, o que motivou perdas fortes nos mercados. Agora voltou atrás, o que está a provocar fortes recuperações na banca e na moeda.

A carregar o vídeo ...
Zuma's U-Turn on Finance Minister Shifts Rand
Bloomberg TV 14 de Dezembro de 2015 às 10:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O mundo das Finanças na África do Sul vive dias agitados, com os mercados a reagirem de forma acentuada às decisões do presidente do país.

 

A 9 de Dezembro Jacob Zuma anunciou a demissão do ministro das Finanças Nhlanhla Nene. Uma decisão inesperada e que motivou forte desconfiança dos mercados sobretudo porque, para o substituir, o presidente da maior economia africana escolheu um deputado praticamente desconhecido: David van Rooyen.

 

A saída de Nene provocou uma queda acentuada nos mercados na África do Sul, com as contas da Bloomberg a apontarem para uma descida de 155 mil milhões de rand (10 mil milhões de dólares) no valor de mercado dos bancos cotados. No mercado cambial o impacto também foi acentuado, com o rand a cair para mínimos históricos face ao dólar e a libra.

 

Fortemente pressionado pela sua escolha para a pasta das Finanças, Jacob Zuma voltou atrás e para substituir Nhlanhla Nene designou o "veterano" Pravin Gordhan, que foi ministro das Finanças entre 2009 e 2014.

 

O mercado gostou da reviravolta e esta segunda-feira os bancos estão a disparar (o índice do sector ganha 17% na maior subida em 14 anos) e o rand está também a recuperar.

Ver comentários
Outras Notícias