Mercados num minuto Abertura dos mercados: Bolsa grega sobe mais de 2% após acordo no Eurogrupo. Petróleo ganha em dia de reunião da OPEP

Abertura dos mercados: Bolsa grega sobe mais de 2% após acordo no Eurogrupo. Petróleo ganha em dia de reunião da OPEP

Após o acordo no Eurogrupo para a saída da Grécia do programa de ajustamento, a bolsa de Atenas sobe mais de 2%. O sentimento positivo está em praticamente toda a Europa. Já no "ouro negro" espera-se um acordo da OPEP.
Abertura dos mercados: Bolsa grega sobe mais de 2% após acordo no Eurogrupo. Petróleo ganha em dia de reunião da OPEP
Reuters

Os mercados em números

PSI-20 sobe 1,01% para 5.527,04 pontos

Stoxx 600 valoriza 0,36% para 382,421 pontos

Nikkei desvalorizou 0,78% para 22.516,83 pontos

"Yield 10 anos de Portugal recua 2 pontos base para 1,826%

Euro valoriza 0,43% para 1,1653 dólares

Petróleo sobe 1,26% para 73,97 dólares por barril em Londres

Bolsa grega sobe mais de 2% após acordo no Eurogrupo

Uma das notícias que marca o dia na Europa é o acordo alcançado no Eurogrupo para a Grécia. Após oito anos de programa de ajustamento, os gregos vão dizer oficialmente adeus à troika em Agosto, mas a monitorização apertada vai continuar.

 

Antes de sair do programa, a Grécia vai receber uma última tranche de 15 mil milhões de euros e ainda medidas de alívio para a dívida grega. O objectivo é que o país esteja preparado para regressar aos mercados.

O PSI-20, que estava a cair há três sessões consecutivas, está a valorizar esta sexta-feira mais de 1%. A mesma tendência positiva regista-se em toda a Europa, especialmente na bolsa de Atenas que sobe mais de 2%. O índice de referência Stoxx 600 está a subir 0,36% para os 382,421 pontos. 

Juros da dívida corrigem em Portugal e Itália 

Os juros das obrigações soberanas de Portugal e Itália estão a corrigir da forte alta da véspera, que foi motivada por nomeações do Governo de Giuseppe Conte, que fizerem regressar os receios com o compromisso do Governo italiano com o projecto europeu.

 

A "yield" das obrigações italianas a 10 anos cede 6 pontos base para 2,67%, depois de ontem terem disparado 18 pontos base. O juro dos títulos de Portugal com a mesma maturidade recua 2 pontos base para 1,826%, depois de ontem ter aumentado 10 pontos base. Em sentido contrário, os juros da Alemanha avançam 1,8 pontos base para 0,35%.

Grécia também impulsiona euro

O euro está a terminar a sessão em alta, recuperando das quedas das últimas sessões que levaram a moeda europeia a transaccionar muito perto de mínimos de 11 meses face ao dólar. O euro valoriza 0,43% para 1,1653 dólares e o índice da moeda norte-americana cai 0,2% para  1.182,08 pontos, o nível mais baixo da semana.

 

Os analistas destacam que a moeda europeia está a ser beneficiada pelo acordo alcançado no Eurogrupo, que permitiu encerrar um longo capítulo de ajuda financeira à Grécia. Além de ter sido aprovada a última tranche de 15 mil milhões de euros, foi decidida a extensão por dez anos da maturidade dos empréstimos do Mecanismo Europeu de Estabilidade Financeira e ainda um período de graça de dez anos, durante o qual a Grécia não paga nem juros, nem capital.

 

Os dados económicos positivos que foram divulgados na Europa (o índice IHS para medir a evolução da actividade económica subiu inesperadamente) também estão a dar suporte ao euro, de acordo com os analistas.

 

Petróleo sobe mais de 1%. OPEP com acordo preliminar para aumentar produção

Arranca esta sexta-feira a reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) onde se deverá chegar a um acordo para aumentar a produção. O último acordo da OPEP tendo em vista o corte de produção foi firmado no final de 2016. 

Segundo a Bloomberg, os países já alcançaram um acordo preliminar para subir a produção de petróleo, ainda que com a forte oposição do Irão que chegou mesmo a abandonar a reunião. O aumento, na teoria, passará por mais um milhão de barris por dia. Na prática, será perto de 600 mil uma vez que alguns países não têm capacidade para produzir mais.

A reunião só termina amanhã, pelo que até lá os termos do acordo ainda podem mudar. Neste contexto de incerteza sobre o futuro da produção do "ouro negro", nos mercados internacionais o petróleo sobe mais de 1%. O Brent, que serve de referência para as importações de Portugal, está a valorizar 1,26% para os 73,97 dólares. Já o WTI, negociado em Nova Iorque, sobe 1,13% para os 66,28 dólares. 

Ouro recupera de cinco sessões em queda

A alta do dólar tem penalizado a atractividade do ouro para os investidores, com o metal amarelo nos últimos tempos a perder o estatuto de activo de refúgio. Com a moeda norte-americana a aliviar na sessão desta sexta-feira, o ouro está a valorizar pela primeira vez em seis sessões. A cotação do metal precioso sobe 0,2% para 1.269,80 dólares no mercado à vista em Londres.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI