Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Juros de Portugal fixam novo mínimo desde Junho de 2010

"Yields" das obrigações soberanas portuguesas em queda ligeira acompanham o movimento dos títulos de dívida de Espanha e Itália.

Negócios 18 de Fevereiro de 2014 às 09:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

Os juros da dívida pública portuguesa estão a recuar pela quarta sessão consecutiva e, apesar da queda desta terça-feira ser muito ligeira, foi já atingido um novo mínimo desde Junho de 2010.

 

Numa sessão em que os juros de Espanha e Itália também estão em queda ligeira, a "yield" das obrigações do Tesouro a 10 anos cede 1 ponto base para 4,81%, um mínimo de mais de três anos. No prazo a 5 anos a queda é mais acentuada (4 pontos base) para 3,75%, enquanto na maturidade a dois anos a "yield" recua 3 pontos base para 2,41%.

 

Nos restantes países periféricos do euro o comportamento é semelhante, com os juros de Itália e Espanha também em mínimos, mas de 2006. A "yield" das obrigações italianas a 10 anos desce 1 ponto base para 3,6% e em Espanha a queda para os títulos com a mesma maturidade é de 1 ponto base para 3,53%.

 

Na sessão de segunda-feira a queda dos juros da dívida dos periféricos foi mais intensa, com o mercado a avaliar de forma positiva a nomeação de um novo primeiro-ministro em Itália. Matteo Renzi foi mandatado pelo presidente italiano a formar um novo governo, depois de Enrico Letta ter apresentado a demissão, devido a uma disputa dentro do próprio partido.

 

Renzi apresentou um calendário de medidas mais urgentes, para os próximos 100 dias, sendo que o novo primeiro-ministro italiano é visto como mais pró-activo que o seu antecessor.

 

Apesar da descida dos juros da dívida pública portuguesa, o prémio de risco está estável esta terça-feira, uma vez que a "yield" das obrigações alemãs também está em queda. O diferencial entre os juros das obrigações do Tesouro a 10 anos e as bunds alemãs com a mesma maturidade situa-se esta terça-feira nos 311 pontos base.

 

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública realiza amanhã, 19 de Fevereiro, dois leilões de Bilhetes do Tesouro, com um montante indicativo global entre 1.000 milhões e 1.250 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais yields dívida pública obrigações
Mais lidas
Outras Notícias