Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião

Momento de decisão na bolsa portuguesa

A bolsa de Lisboa tem estado esquecida, quase abandonada pelos estrangeiros, nos últimos anos.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
(comente aqui o artigo de Ulisses Pereira)

Nas últimas semanas, tenho dedicado os meus artigos à loucura que se vive nas bolsas norte-americanas, com fenómenos que ficarão para a História dos mercados. Hoje, é hora de me debruçar sobre a situação técnica da bolsa portuguesa.

Como aqui tenho escrito ao longo dos últimos anos, o nosso mercado tem estado esquecido, quase abandonado pelos investidores estrangeiros. Já várias vezes apontei razões para essa fragilidade da bolsa portuguesa, pelo que não vale a pena repetir argumentos, preferindo-me centrar nos possíveis cenários.

Apesar da correcção que o PSI-20 viveu desde o dia 8 de Janeiro, tecnicamente não quebrou nenhum suporte relevante. Tem sofrido com as quedas fortes do Grupo EDP mas a verdade é que foram também essas acções as grandes catalisadoras das subidas do índice no final do ano passado.

Os fortes investidores estrangeiros irão procurar a bolsa portuguesa pelo facto de ser um mercado que está bem longe das grandes valorizações das principais praças mundiais, tentando encontrar potencial por explorar? Custa a crer, mas é uma hipótese que não podemos descartar.

Entendo o desânimo dos touros ao verem os principais índices mundiais em máximos e a bolsa portuguesa sem conseguir disparar, com o PSI-20 a valer menos de um terço do que o seu máximo histórico! Mas a verdade é que os últimos meses têm sido de tendência ascendente. Contudo, se o importante suporte entre os 4.650 e os 4.800 pontos for quebrado, o mercado nacional daria o primeiro sinal de fraqueza.

Por mais monótona, abandonada e triste que pareça a bolsa portuguesa, acima do suporte entre os 4.650 e os 4.800 pontos ela mantém a tendência ascendente dos últimos 11 meses e há esperança para os touros. Mas, se essa zona for quebrada, voltamos a estar entregues a quem tem dominado o nosso mercado nos últimos 14 anos. Qual o meu "feeling"? Isso não vos fará (nem a mim) negociar melhor. Poderia gerar mais artigos lidos, mais polémica, mais partilhas nas redes sociais, mas disparar opiniões sem convicção não faz o meu género. A única coisa que estou convicto é de que o futuro dos próximos meses da bolsa portuguesa se joga nesta zona.


Artigo escrito em 19/02/21 às 11h00
Fontes: https://live.euronext.com/pt/

Ulisses Pereira não detém qualquer dos ativos analisados. Deve ser consultado o disclaimer integral aqui,onde também pode ser consultada a lista com as anteriores análises de Ulisses Pereira.

Artigo em conformidade com o antigo Acordo Ortográfico

Saber mais Ulisses discos pedidos
Mais artigos do Autor
Ver mais
Outras Notícias