Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 19 de agosto de 2018 às 20:35

Tesla: comprar, vender ou "shortar"? 

Elon Musk surpreendeu, este mês, o mercado com um "tweet" no qual adiantava que estava a considerar tornar a Tesla uma empresa privada e que já tinha financiamento assegurado para retirar a companhia de bolsa.

Dias depois, surgiam os primeiros pormenores sobre a origem dessa mensagem e quem estaria disponível para pagar 420 dólares por cada acção da Tesla para a retirar do mercado. De acordo com a informação avançada pelo líder da empresa, o fundo soberano da Arábia Saudita poderia financiar a retirada de bolsa, porém, a administração ainda tem dúvidas se a saída do mercado accionista é o mais vantajoso para a empresa. Entretanto, o regulador do mercado norte-americano vai investigar a Tesla devido a todos estes desenvolvimentos. Já as acções, primeiro dispararam e depois afundaram, com os investidores a aguardarem maior visibilidade em torno do futuro da empresa, que tem sido o alvo preferencial dos especuladores. Elon Musk queixou-se na semana passada dos investidores que pressionaram as acções da Tesla, apostando na queda dos títulos, tendo provocado "alguns meses de tortura extrema". Sem certezas se a empresa fica ou sai de bolsa, a dúvida é o que fazer com os títulos da companhia: comprar, vender ou apostar na queda?

 

Jornalista

pub