Coronavírus Estados Unidos dão mil milhões para nova vacina à procura de vantagem

Estados Unidos dão mil milhões para nova vacina à procura de vantagem

Os Estados Unidos continuam a financiar o desenvolvimento de vacinas para o cornavírus no âmbito de um projeto cujo objetivo é assegurar a chegada de várias doses aos Estados Unidos logo que possível.
Estados Unidos dão mil milhões para nova vacina à procura de vantagem
DR
Negócios com Bloomberg 21 de maio de 2020 às 10:29

Os Estados Unidos entregaram mil milhões de dólares a mais uma empresa, a AstraZeneca, para financiar o desenvolvimento de uma vacina para o coronavírus que está a ser desenvolvida com o contributo da universidade de Oxford.

A maior economia do mundo tem em andamento a operação Warp Speed, no âmbito do qual investe em vacinas com o objetivo de assegurar a respetiva e atempada distribuição nos Estados Unidos, em caso de sucesso dos laboratórios que usufruírem do apoio.

No caso da ajuda financeira concedida à AstraZeneca, Washington pretende assegurar mil milhões de doses, 300 milhões dos quais já em outubro. A empresa espera conseguir disponibilizar a vacina em setembro, embora esta ainda esteja em fase de testes.  

Esta é a quarta vacina que recebe o apoio da Autoridade de Investigação Avançada e Desenvolvimento em Biomédica (BARDA) dos Estados Unidos. Um dos casos mais falados na Europa foi o da francesa Sanofi, que admitiu pretender dar prioridade aos Estados Unidos na altura de distribuir vacinas devido ao financiamento. Face à oposição do Governo francês, a empresa acabou por recuar nestas intenções.

A Sanofi tornou-se parceira da rival britânica GlaxoSmithKline neste projeto financiado pelo governo norte-americano, e diz ter a capacidade para a produção de 600 milhões de doses por ano, que podem depois ser duplicadas.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI