Economia Portugal ficou mais pobre face à Europa em 2018

Portugal ficou mais pobre face à Europa em 2018

O PIB per capita está agora 24% abaixo da média da União Europeia. O consumo per capita está estagnado pelo quarto ano.
Portugal ficou mais pobre face à Europa em 2018
Bloomberg
Nuno Carregueiro 19 de junho de 2019 às 13:30

O PIB per capita de Portugal - definido em paridades de poder de compra – situou-se em 76% da média da União Europeia em 2018, o que representa uma descida face aos 77% registados entre 2014 e 2017.

 

Este indicador, revelado pelo Eurostat esta quarta-feira, indica que a riqueza dos portugueses afastou-se da média europeia no ano passado, depois de ter crescido ao mesmo ritmo durante quatro anos.

 

Trata-se da primeira queda no PIB per capita de Portugal (quando comparado com a média europeia) desde 2012. E apesar da oscilação ligeira, o indicador regressa a níveis de 2013, ano em que se situava 24% abaixo da média da UE.

 

De acordo com esta que é a primeira estimativa do Eurostat para 2018, Portugal é agora o 21.º país da União Europeia no "raking" do PIB per capita de Portugal medido em paridades de poder de compra. Foi superado pela Eslováquia (78%), sendo que atrás de Portugal estão agora apenas sete países: Polónia, Hungria, Grécia, Letónia, Roménia, Croácia e Bulgária. Destes, apenas dois são da Zona Euro.

 

A queda registada em 2018 atrasa ainda mais Portugal do processo de convergência com a União Europeia, que foi fortemente travado pela crise. Há 10 anos o PIB per capita de Portugal estava menos de 20% abaixo da média da UE.

 

 

O PIB per capita continua a ser um dos indicadores mais usados para atestar a riqueza dos cidadãos de um país. Estas comparações feitas pelos gabinetes de estatística são em paridades de poder de compra, ou seja, tentam eliminar os efeitos das diferenças nos níveis de preços entre os vários países, permitindo comparação em volume das componentes do PIB bem como dos níveis dos preços. 

 

É por isso que apesar de o PIB de Portugal até ter crescido acima da média da Zona Euro em 2018, a riqueza por habitante afastou-se da média, tornando o país mais pobre quando comparado com a Europa.

 

O PIB per capita traduz a riqueza de um país, mas não o nível de vida dos habitantes. Um indicador que consegue fazê-lo é o consumo per capita, na medida em que contabiliza os bens e serviços consumidos pelas famílias independentemente da sua aquisição ser ou não efetuada por estas (podem ser fornecidas pelo Estado ou por instituições sem fins lucrativos).

 

É por isso que apesar de o Eurostat defender que o PIB per capita é um "indicador do nível de bem-estar económico dos países importante e muito usado, o consumo per capita pode ser mais útil para comparar o bem-estar relativo dos consumidores entre os vários países".

 

No relatório publicado esta quarta-feira o Eurostat também divulgou os dados relativos ao consumo per capita em paridades de poder de compra. E as conclusões são um pouco diferentes, já que Portugal surge com um valor que corresponde a 82% da média, igualando o registado nos últimos três anos.

 

A posição relativa de Portugal também é melhor, já que o país apresenta o 17.º valor mais elevado. Em 2018 foi superado pela República Checa.

 

Este indicador, que o INE denomina de despesa de consumo individual (DCI), "corresponde à soma da despesa final em consumo em bens e serviços pelas famílias, incluindo ISFLSF (instituições sem fins lucrativos ao serviço das famílias), com a despesa final das administrações públicas em bens e serviços e serviços de consumo individual (correspondendo a transferências sociais em espécie de que são exemplo comparticipações na aquisição de medicamentos)", explica o INE. 

 

Dado excluir componentes do PIB que não afetam os cidadãos, é considerado um indicador mais fiável para comparar níveis de bem-estar entre países. O caso da Irlanda é um bom exemplo, pois o país tem um PIB per capital que está 87% da média da União Europeia, mas o consumo per capital situa-se 6% abaixo da média.

 

No que diz respeito à evolução deste indicador nos últimos anos, Portugal está ainda bem longe de recuperar da crise, já que o consumo per capita antes de 2010 estava "apenas" 14% abaixo da média da UE.  




pub

Marketing Automation certified by E-GOI