Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preços da produção industrial aceleram para 5,4% na Zona Euro

Custos com energia continuam a ser os que mais têm contribuído para a subida dos preços da produção industrial. Excluindo a energia, os preços da produção industrial subiram apenas para 0,8%.

Paulo Duarte
Joana Almeida JoanaAlmeida@negocios.pt 02 de Dezembro de 2021 às 11:26
Os preços da produção industrial aceleram em outubro para 5,4% na Zona Euro, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo gabinete de estatísticas europeu Eurostat. O setor da energia continua a ser o que mais tem contribuído para o aumento geral dos preços de produção da indústria, mas Portugal mantém-se abaixo da subida média europeia.

Os dados do Eurostat indicam que, em outubro, os preços da produção industrial aumentaram 2,6 pontos percentuais face ao verificado no mês anterior na Zona Euro. Comparando com igual período do ano passado, a subida foi ainda mais acentuada, correspondendo a uma aceleração na ordem dos 21,9% no conjunto de países do bloco europeu. 

Os custos com a energia foram os que mais penalizaram os preços da produção industrial, após terem subido 16,8% em outubro na Zona Euro. Excluindo os preços da energia, os preços da produção industrial aumentaram apenas para 0,8%, o que demonstra que a subida dos preços dos combustíveis e do gás são a fatia que mais pesa nos custos da produção no setor industrial.

No que toca aos outros custos da indústria, registou-se uma subida de 1,4% nos bens intermediários, 0,5% nos bens de consumo duráveis ??e não duráveis ??e uma aceleração de 0,4% nos custos associados aos bens de capital.

Os maiores aumentos mensais nos preços de produção industrial foram registrados na Bélgica (+11,2%), Itália (+9,4%) e Roménia (+8,6%), enquanto as únicas quedas foram observadas na Estónia (-2,1%), Luxemburgo (-0,3%) e Suécia (-0,2%).

Em Portugal, os preços da produção industrial registaram uma subida de dois pontos percentuais para 3,2%.
Ver comentários
Saber mais Eurostat Zona Euro macroeconomia indústria transformadora indústria e produtos químicos economia negócios e finanças
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio