União Europeia Empresas de serviços britânicas protegem-se de cenário de nacionalizações

Empresas de serviços britânicas protegem-se de cenário de nacionalizações

Jeremy Corbyn tem garantido que, caso vença as próximas eleições, as operadoras de água, eletricidade, gás e ferrovia serão nacionalizadas, uma promessa que está a assustar os investidores.
Empresas de serviços britânicas protegem-se de cenário de nacionalizações
Bloomberg
Negócios 29 de abril de 2019 às 09:31
As empresas britânicas que fornecem serviços de eletricidade e água estão a implementar medidas para protegerem os investidores de um cenário de nacionalizações, no caso de o Partido Trabalhista vencer as próximas eleições. A informação é avançada, esta segunda-feira, 29 de abril, pela Reuters, que dá conta de que, apesar dos esforços, é pouco provável que tais medidas possam ser eficazes se o próximo Governo quiser tomar o controlo destas empresas.

O líder dos trabalhistas, Jeremy Corbyn, tem garantido que, caso vença as próximas eleições, as operadoras de água, eletricidade, gás e ferrovia, para além dos correios e do Royal Bank of Scotland, serão nacionalizadas. Depois de mais um adiamento do prazo para a concretização do Brexit, o Partido Trabalhista tem vindo a subir nas intenções de voto, estando já à frente dos conservadores em algumas das sondagens mais recentes.

É neste cenário que algumas das maiores empresas estão a procurar proteções legais contra processos de nacionalização. A Thames Water, por exemplo, a maior empresa de fornecimento de água no Reino Unido, introduziu uma cláusula para garantir que os detentores de obrigações serão imediatamente reembolsados caso a empresa seja nacionalizada.

Segundo a Reuters, vários advogados têm dado conta de uma maior procura, por parte das empresas, de formas de introduzir cláusulas desta natureza, para além de um aumento na procura de aconselhamento legal por parte de fundos de investimento.

O maior medo dos investidores, apontam os advogados, é verem os seus títulos nacionalizados por montantes abaixo do valor de mercado. "O Partido Trabalhista garantiu que irá honrar as dívidas dos negócios nacionalizados, mas um grande número de investidores continua preocupado", refere Dan Neidle, do escritório de advogados Clifford Chance, citado pela agência noticiosa.

Os especialistas duvidam, contudo, que estas medidas possam mitigar as perdas dos investidores. "Provavelmente, é impossível deixa a dívida de uma empresa à prova de Corbyn", refere um advogado.

Do outro lado, há quem defenda que Jeremy Corbyn não arriscaria abalar a confiança das empresas antes de eleições. Ainda assim, admitem que o investimento em empresas de serviços deixou de ser uma aposta segura.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI