União Europeia Ministra de May demite-se por não acreditar no novo texto do acordo de saída

Ministra de May demite-se por não acreditar no novo texto do acordo de saída

A ministra britânica dos Assuntos Parlamentares, Andrea Leadsom, demitiu-se esta quarta-feira, colocando mais uma pressão no governo de Theresa May.
Ministra de May demite-se por não acreditar no novo texto do acordo de saída
EPA
Negócios 23 de maio de 2019 às 00:52

Andrea Leadsom (na foto), ministra britânica dos Assuntos Parlamentares, apresentou a sua demissão esta quarta-feira, 22 de maio. A justificar está o facto de não acreditar no novo texto do acordo de saída do Reino Unido do bloco europeu.

 

A decisão da líder da Câmara dos Comuns, acérrima defensora do Brexit, vem assim colocar uma pressão acrescida sobre a primeira-ministra britânica.


Theresa May, recorde-se, vai levar novamente a votação o acordo de saída da União Europeia negociado com Bruxelas.


Depois de já ter sido chumbado em três votações, o acordo que estabelece os termos jurídicos do divórcio da UE volta à Câmara dos Comuns na semana com início a 3 de junho de forma a permitir que, perante um cenário de aprovação, o Reino Unido possa abandonar o bloco europeu antes de os trabalhos parlamentares serem suspensos para a pausa de verão.


Na terça-feira, 21 de maio, May anunciou um conjunto de 10 alterações ao acordo de saída para tentar recolher o apoio parlamentar necessário à sua aprovação, sendo a principal a possibilidade de o parlamento votar a realização de um referendo à nova proposta da primeira-ministra para o Brexit.


Andrea Leadsom não acredita neste novo texto da proposta para o acordo de saída, tendo dito que, por isso mesmo, não o poderia anunciar no parlamento – e preferiu demitir-se.

 

"Já não acredito que a nossa abordagem vá ao encontro do resultado do referendo", escreveu Leadsom na sua carta de demissão, citada pela Reuters. "É por isso com grande desgosto e coração pesado que me demito do governo", acrescentou.

 

Um porta-voz de Downing Street elogiou Leadsom e manifestou deceção perante a sua decisão, mas sublinhou que "a primeira-ministra continua focada em conseguir o Brexit no qual as pessoas votaram".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI