Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Varoufakis a votar: Este “é um momento sagrado”

“A moeda única e a democracia são compatíveis entre si” na Europa, disse o ministro grego das Finanças quando foi votar em Atenas na companhia do seu pai. É “um momento sagrado”, afirmou.

Reuters
Negócios com Lusa 05 de Julho de 2015 às 12:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

O ministro das Finanças grego transmitiu este domingo, dia de referendo na Grécia, uma mensagem europeísta ao afirmar que o referendo pode demonstrar que "a moeda única e a democracia são compatíveis entre si".

 

"Durante cinco anos os fracassos incríveis do Eurogrupo conduziram a ultimatos sem qualquer sentido acerca dos quais o povo não podia pronunciar-se. Hoje, o povo pronuncia-se sobre o último ultimato do Eurogrupo e seus associados", disse Yanis Varoufakis, depois de votar, em Atenas.  

 

O ministro, que foi votar na companhia do seu pai, classificou a tarefa de hoje dos gregos como "um momento sagrado, um momento de esperança para a Europa", no qual se demonstra que "a moeda única e a democracia podem coexistir".

 

Nos últimos dias, Yanis Varoufakis deixou claro repetidamente que, se não vencer o 'Não' no referendo, se demite imediatamente, ficando embora no Parlamento.

 

Cerca de 10 milhões de gregos são hoje chamados a pronunciarem-se em referendo com 'Sim' se aceitarem a proposta formulada no dia 25 pelas instituições - Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional - ou 'Não' se a recusarem.

 

As mais de 19 mil assembleias de voto abriram às 07:00 (05:00 em Lisboa) e fecham às 19:00 (17:00 em Lisboa), antecipando-se uma longa noite para os líderes europeus e para os principais atores financeiros.

 

É exigida uma participação de pelo menos 40% do eleitorado para que o resultado do referendo seja considerado válido.

 

Os primeiros resultados devem ser conhecidos a partir das 19:00 (hora em Lisboa). As sondagens que existem não dão nenhum resultado claro sobre quem vai ganhar existindo apenas análises que os segmentos populacionais mais novos são favoráveis ao 'Não'.

 

Ver comentários
Saber mais grécia varoufakis referendo grego crise do euro euro
Outras Notícias