Finanças Públicas Dívida pública sobe três mil milhões no arranque de 2019 após ida ao mercado

Dívida pública sobe três mil milhões no arranque de 2019 após ida ao mercado

Após a maior queda em valor absoluto desde 2015, a dívida pública aumentou três mil milhões de euros em janeiro deste ano. Em causa está a emissão sindicada de quatro mil milhões de euros.
Dívida pública sobe três mil milhões no arranque de 2019 após ida ao mercado
Lusa
Tiago Varzim 01 de março de 2019 às 11:12
A dívida pública aumentou três mil milhões de euros entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano, situando-se agora nos 247,9 mil milhões de euros. Os dados foram revelados esta sexta-feira, 1 de março, pelo Banco de Portugal. 

"Para este aumento contribuiu essencialmente o acréscimo dos títulos de dívida", explica o banco central. Em causa está a emissão sindicada de dívida a 10 anos num total de quatro mil milhões de euros que o IGCP habitualmente realiza no início de cada ano. A esta operação juntam-se ainda dois leilões das linhas de bilhetes do Tesouro que captaram 1,75 mil milhões de euros.

Estas idas ao mercado da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública levaram o custo médio da nova dívida a subir ligeiramente em janeiro para os 1,9%. Em 2018, a taxa de juro média da dívida emitida durante o ano baixou para os 1,8%, um mínimo histórico.

Em dezembro, a dívida pública tinha registado uma queda de 6,5 mil milhões de euros, a maior desde 2015. Essa queda foi explicada pelo último pagamento antecipado feito por Portugal ao Fundo Monetário Internacional (FMI), uma amortização de 5,5 mil milhões de euros.

Na nota de informação estatística divulgada hoje, o Banco de Portugal revela ainda, referindo-se a janeiro, que os ativos em depósitos das administrações públicas - a chamada "almofada financeira" - aumentaram 3,9 mil milhões de euros, atingindo os 20,5 mil milhões de euros. 

Esse aumento refletiu-se na dívida pública líquida de depósitos que registou uma descida de 900 milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 227,4 mil milhões de euros.

A meta do Governo é baixar o rácio da dívida pública dos 121,5% em 2018 para os 118,5% em 2019.
 
(Notícia atualizada às 11h20)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI