Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PAN abstém-se. Faltam dois deputados para Orçamento passar

Com a decisão do PAN, o Governo precisa apenas de duas abstenções para ver o documento viabilizado na generalidade.

Sérgio Lemos/Sábado
Negócios 25 de Outubro de 2020 às 19:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O PAN anunciou este domingo que vai abster-se na votação na generalidade do Orçamento do Estado para 2021, deixando o documento mais próximo de ser viabilizado.

O sentido de voto do PAN foi comunicado pela líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real, que disse que o Governo evoluiu face à "resistência inicial", e que por isso o partido optou por viabilizar o Orçamento do Estado para 2021, abstendo-se.

"O PAN está cá para fazer a diferença e para dar um contributo inequívoco para que este seja um orçamento melhor para o país, para as pessoas, para os animais e para a natureza e para garantir que também teremos avanços significativos no Orçamento de Estado que deem resposta aos desafios do nosso tempo e que ninguém é deixado para trás", afirmou a deputada.

Inês Sousa Real não quis, porém, comprometer-se com o sentido de voto no partido na votação final global, prevista para 26 de novembro, sublinhando que há "espaço para avanços em sede de especialidade", desde que "o partido socialista não retroceda nos compromissos já assumidos".

"Neste momento, está tudo em aberto em relação à votação final global, o que esperamos é o cumprimento por parte do PS e do Governo àquilo que é um conjunto de preocupações que esperamos ver consagradas na especialidade. Fica aberta a porta para se poder trabalhar o orçamento na especialidade", afirmou.

"Não podendo votar a favor deste orçamento, o PN irá abster-se na generalidade", anunciou.

Após a decisão do PAN, fica por conhecer o sentido de voto do Bloco de Esquerda, que deverá ser conhecido esta noite, e de Os Verdes, que farão o seu anúncio na terça-feira. No entanto, mesmo que o Bloco de Esquerda anuncie, como é expectável, o voto contra, basta que os dois deputados de Os Verdes se abstenham para que o documento seja viabilizado. E é esse o cenário mais provável, já que o PEV deverá alinhar-se com o PCP, que já anunciou a sua abstenção.

O Bloco de Esquerda deverá anunciar o seu sentido de voto este domingo às 20:30, no final de uma reunião da Mesa Nacional, enquanto o PEV irá tornar pública a sua decisão na terça-feira, faltando ainda conhecer a posição das duas deputadas não inscritas, Joacine Katar Moreira e Cristina Rodrigues.



Ver comentários
Outras Notícias