Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

José Tavares garante lutar por um Tribunal de Contas isento e imparcial

"É com profundo sentido de interesse público que assumo o cargo de presidente do Tribunal de Contas", disse José Tavares na cerimónia da sua tomada de posse esta tarde.

Lusa 07 de Outubro de 2020 às 20:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O novo presidente do Tribunal de Contas, José Tavares (na foto), afirmou hoje que irá lutar por um tribunal "imparcial, isento e com altos padrões éticos" e que garanta o controlo da gestão dos recursos públicos, sejam nacionais ou europeus.

"É com profundo sentido de interesse público que assumo o cargo de presidente do Tribunal de Contas", disse José Tavares na cerimónia da sua tomada de posse esta tarde, na Presidência da República, em Belém, Lisboa.

"Ao longo do meu mandato e através de ações concretas, sempre fundadas no diálogo, sempre lutarei por um tribunal independente, imparcial, isento, com altos padrões éticos e profissionais, atento ao mundo que nos rodeia e com um forte sentido pedagógico relativamente às entidades públicas", frisou José Tavares.

O presidente do TdC afirmou ainda que um dos seus compromissos será promover "um Tribunal de Contas que atue com sabedoria e solidez", nos tempos atuais, "garantindo um controlo da gestão dos recursos públicos e da utilização dos recursos públicos, sejam nacionais ou oriundos da União Europeia".

O novo presidente do TdC sublinhou ainda o "ímpeto e desejo de modernidade, inovação e evolução institucional" que pretende realizar ao longo do mandato.

José Tavares quer "um tribunal que conjugue tradição e institucionalismo com a procura de modernidade e excelência, numa sistemática busca de respostas direcionadas para a boa governação pública, a prevenção do desperdício, da fraude e da corrupção."

O novo presidente do TdC manifestou ainda vontade de "continuar a construir soluções e consensos" sublinhando os valores que deverão nortear a atuação do tribunal são "a independência, integridade, responsabilidade e transparência".

"Nos Estados modernos, a função de controlo financeiro por um Tribunal de Contas (...) é uma das melhores garantias da gestão da coisa pública", que "é exigida pelo legítimo interesse dos contribuintes em conhecer com a maior transparência possível o destino dos seus impostos", sustentou José Tavares.

O novo presidente do TdC, José Fernandes Farinha Tavares, foi entre 1995 e fevereiro deste ano diretor-geral da instituição e chefe de gabinete do presidente cessante, estando ligado àquele tribunal há 34 anos.

José Tavares tomou hoje posse como presidente do TdC após ter sido nomeado na terça-feira à noite pelo Presidente da República por proposta do primeiro-ministro, António Costa, que decidiu pela não recondução de Vítor Caldeira no cargo, alegando ter fixado com Marcelo Rebelo de Sousa a não renovação dos mandatos como princípio nas nomeações para cargos de natureza judicial.

Ver comentários
Saber mais José Fernandes Farinha Tavares José Fernandes Farinha Tavares
Mais lidas
Outras Notícias