Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Títulos da Associação Coleção Berardo já foram penhorados

Já foi executada a penhora dos títulos da Associação Coleção Berardo (ACB), dona das obras de arte, e que foram dados como garantias dos créditos concedidos ao empresário Joe Berardo, de acordo com o Jornal Económico.

Joe Berardo, investidor histórico da bolsa nacional, tem uma posição qualificada na Sonae. Estas acções representavam um investimento de 51,3 milhões de euros, menos 8,53% do que em 2017. Perdeu 4,79 milhões.
Negócios jng@negocios.pt 05 de Julho de 2019 às 10:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os títulos da Associação Coleção Berardo (ACB), que foram dados como garantias nos empréstimos de quase mil milhões de euros concedidos a Joe Berardo para a compra de ações, já foram executados, noticia o Jornal Económico.

 

O empresário pediu um prolongamento do prazo de contestação de 30 dias, tendo agora até 23 de setembro para contestar, adianta a mesma publicação. Findo este prazo, os bancos poderão também contestar os argumentos apresentados.

 

A CGD, o BCP e o Novo Banco entregaram no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa uma ação executiva para cobrar dívidas de Joe Berardo, de quase 1.000 milhões de euros.

A ação tem como executados o empresário José Manuel Rodrigues Berardo (conhecido por Joe Berardo), a Fundação José Berardo, a Metalgest e a Moagens Associadas. Um dos objetivos da ação é aceder às obras de arte da Coleção Berardo, sobre a qual o empresário tem um acordo com o Estado que determina que as obras de arte estejam em exposição no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, até 2022, não podendo ser vendidas.

Ver comentários
Saber mais Joe Berardo Coleção Berardo banca
Mais lidas
Outras Notícias