Mundo Auto-estrada de 2 mil quilómetros vai ligar China à Europa

Auto-estrada de 2 mil quilómetros vai ligar China à Europa

A auto-estrada tem um custo estimado de 600 mil milhões de rublos e dará um forte impulso ao projeto internacional de infraestruturas lançado em 2013 pela China "Uma Faixa, Uma Rota".
Auto-estrada de 2 mil quilómetros vai ligar China à Europa
Bruno Simão
Negócios 10 de julho de 2019 às 15:43

O Governo russo já deu luz-verde à construção de uma auto-estrada com cerca de 2 mil quilómetros que vai possibilitar a ligação rodoviária entre a China e a Europa.


De acordo com a CNN, a auto-estrada denominada "meridiano" vai ter início na fronteira da Rússia com o Casaquistão. Quanto concluída, será a via mais curta para transportar bens e pessoas entre a China e a Europa.


Segundo a agência noticiosa russa RIA Novosti, citada pela estação de televisão norte-americana, o projeto vai ter um custo estimado de 600 mil milhões de rublos (8,3 mil milhões de euros), dinheiro que será financiado através de parcerias entre o Estado e privados.


Já foi dada "luz verde" para arrancar com a primeira fase do projeto e cerca de 80 dos terrenos necessários já foram adquiridos.

Esta auto-estrada insere-se no projeto internacional de infraestruturas lançado em 2013 pela China 'Uma Faixa, Uma Rota', que tem como objetivo conectar o sudeste Asiático, Ásia Central, África e Europa.


Em dezembro passado, durante a visita de Xi Jinping a Lisboa, Portugal e China assinaram um memorando de entendimento para a cooperação bilateral no âmbito da 'Uma Faixa, Uma Rota'.

Lisboa quer incluir uma rota atlântica no projeto chinês, o que permitiria ao porto de Sines conectar as rotas do Extremo Oriente ao oceano Atlântico, beneficiando do alargamento do canal do Panamá.

 




Marketing Automation certified by E-GOI