Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Biden vai impor sanções às duas regiões separatistas na Ucrânia

A decisão do presidente dos EUA surgem em reação ao reconhecimento da independência dos dois territórios pelo presidente russo.

Kevin Lamarque / Reuters
Negócios jng@negocios.pt 21 de Fevereiro de 2022 às 21:03
O presidente norte-americano vai assinar uma ordem executiva impondo sanções às regiões de Donetsk e Luhansk, na Ucrânia, anunciou esta segunda-feira ao início da noite a Casa Branca.

A decisão de Joe Biden surge após o presidente russo, Vladimir Putin, ter assinado um decreto em que reconhece como independentes os dois territórios ucranianos.

A ordem executiva irá "proibir novos investimentos, comércio e financiamento envolvendo cidadãos norte-americanos para, de ou nas autoproclamadas República Popular de Donetsk e República Popular de Luhansk, regiões que integram a Ucrânia".

A Casa Branca indica ainda que irá "em breve, anunciar medidas adicionais relacionadas com a violação gritante dos compromissos internacionais perpetrada hoje pela Rússia".

"Estas medidas são separadas e complementares às medidas económicas rápidas e severas que estamos a preparar em coordenação com os nossos aliados e parceiros caso a Rússia invada a Ucrânia", refere a secretária de Imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, num comunicado.
Ver comentários
Saber mais Joe Biden República Popular de Donetsk República Popular de Luhansk Ucrânia Casa Branca Rússia sanções
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio