Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Singapura já tem táxi sem condutor nas ruas

Se a fase de testes se mostrar profícua, a realidade dos táxis mudará. Em Singapura o serviço de condução autónoma está em fase de testes. Com medidas de segurança para evitar acidentes.

Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 25 de Agosto de 2016 às 11:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Chama-se nuTonomy e está nas ruas de Singapura. É a primeira aplicação que permite chamar um táxi sem condutor.


A ideia é de uma start-up fundada em 2013. O serviço está disponível numa zona de Singapura, depois das autoridades daquele país terem autorizado a sua fase de testes.

Só passageiros seleccionados podem chamar um carro da nuTonomy e controlá-lo através dos seus "smartphones".


Mas desengane-se quem acha que o carro se conduz mesmo "sozinho". Há um motorista a controlar o veículo através da rede e um co-piloto a bordo. Tudo para garantir a segurança dos passageiros.


O relato do jornalista da Associated Press que experimentou o serviço dá conta que o co-piloto que se encontrava no carro teve de accionar o travão uma vez, para evitar o choque com outro carro que se encontrava parado na via.


A nuTommy já conta com seis carros – com os modelos Renault Zoe e Mitsubishi i-MiEv, ambos eléctricos – e espera duplicar o número até ao dobro do ano.


Após a fase de testes, e se todo o sistema se mostrar seguro, a intenção é que o serviço esteja disponível para o público em geral já em 2018.


Numa altura em que empresas como a Google, a Volvo ou a Tesla tem apostado na tecnologia de condução autónoma – mesmo com o receio dos reguladores – a aposta da nuTonomy coloca-se na vanguarda deste tipo de serviços.


É uma modalidade que também interessa à Uber, a mais conhecida aplicação de transportes, que também vai começar a testar o seu serviço com carros de condução autónoma em Pittsburgh, nos Estados Unidos da América.

Ver comentários
Saber mais Singapura Renault Mitsubishi Google Estados Unidos da América economia negócios e finanças indústria metalomecânica e engenharia economia (geral) táxi Uber
Mais lidas
Outras Notícias