Comércio Portuguesa Parfois chega às 1.000 lojas com nova abertura em Paris

Portuguesa Parfois chega às 1.000 lojas com nova abertura em Paris

O grupo fundado há 25 anos por Manuela Medeiros abriu em Paris a sua loja número mil. A deslocalizar o centro operacional do império de moda e acessórios de Gondomar para Gaia, a Parfois faturou 350 milhões de euros em 2018 e emprega milhares de pessoas em todo o mundo.
Portuguesa Parfois chega às 1.000 lojas com nova abertura em Paris
A marca portuguesa, que tem lojas espalhadas por 65 geografias distintas, fechou o último exercício com vendas de 350 milhões de euros
Rui Neves 17 de setembro de 2019 às 14:53

Manuela Medeiros tinha 42 anos quando abriu a sua primeira loja, em 1994, na Rua de Santa Catarina, no Porto. Passados 25 anos, a mais internacional das marcas portuguesas de moda e acessórios escolheu Paris para abrir a sua loja número mil, situada no n.º 86 da Rue de Rivoli, perto do Louvre e do rio Sena.

 

Especializada em acessórios como lenços, chapéus, bijutaria, malas e carteiras, a marca tem mais de 80% das suas lojas fora de Portugal, espalhadas por seis dezenas e meia de países.

 

Depois de ter fechado o último exercício com vendas de 350 milhões de euros, a Parfois estima crescer 20% este ano, com a abertura de mais de 150 lojas, prevendo atingir 400 milhões de euros de faturação.

 

O Equador, Costa Rica, Cazaquistão, Vietname e Palestina são algumas das novas apostas do grupo sediado em Rio Tinto, Gondomar, que emprega mais de 3.100 pessoas (sem contar com as lojas franchisadas), das quais 1.200 em Portugal.

 

Entretanto, face ao contínuo crescimento da Parfois, o grupo decidiu deslocalizar o seu centro operacional de Gondomar para Canelas, Vila Nova de Gaia, operação que está em curso, com a construção de um "open space" de sete mil metros quadrados, mais do que duplicando o espaço atual.

Desde 25 de março passado que o grupo de Manuela Medeiros tem um novo líder executivo. O espanhol José María Folache, o anterior CEO do grupo de joalharia e acessórios Tous, substituiu no cargo António Pires de Lima (antigo ministro da Economia).

 

O novo CEO da Parfois estava à frente da Tous desde 2012, tendo passado pela direção do Grupo El Corte Inglés e pelo Carrefour, do qual foi CEO em Espanha e vice-presidente do grupo.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI