Desporto Sporting gastou mais de 27 milhões de euros em contratações em 2016

Sporting gastou mais de 27 milhões de euros em contratações em 2016

Nas duas últimas janelas de transferências, os leões gastaram de mais de 27 milhões de euros em contratações, tendo despendido acima de 1,5 milhões de euros em comissões. Com a venda de três jogadores, o Sporting encaixou 74,5 milhões.
Sporting gastou mais de 27 milhões de euros em contratações em 2016
Sporting
David Santiago 09 de setembro de 2016 às 11:51

Numa prática pouco habitual no futebol português, o Sporting CP revelou, em comunicado enviado na manhã desta sexta-feira, 9 de Setembro, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os montantes gastos em aquisições, e respectivas comissões, em 2016, nas janelas de transferências de Janeiro e do Verão.

 

No total, os verdes e brancos gastaram 27,03 milhões de euros, tendo sido Bas Dost o futebolista mais caro. A aquisição de 100% do passe do ponta-de-lança custou 10 milhões de euros, a que acresce um bónus que poderá ascender até aos 2 milhões de euros. Seguiu-se Alan Ruiz, com o Sporting a pagar 7,04 milhões de euros por 100% do passe do avançado, que recebeu uma comissão de 2,2 milhão de euros enquanto prémio de assinatura. Além deste valor, o Sporting pagou ainda uma comissão de 1 milhão de euros. A Admira Partners recebeu 700 mil euros e a Costa Aguiar Sports 300 mil.

 

O holandês Luc Castaignos (80% do passe) e o brasileiro Elias Trindade (50% do passe) custaram aos cofres dos leões 2,5 milhões de euros cada, sendo que o clube de Alvalade pagou ainda um prémio de assinatura de 250 mil euros ao médio que já tinha representado a equipa verde e branca. Já a transferência do avançado holandês poderá implicar o pagamento de meio milhão de euros adicionais mediante a obtenção de objectivos. Ambos ficaram com uma cláusula de rescisão de 60 milhões.

 

Nota ainda para o empréstimo do defesa central argentino Sebastian Coates, por quem o Sporting pagou 250 mil euros aos ingleses do Sunderland para trazer o jogador para Alvalade. À excepção de Coates e de Marcelo Meli, também adquirido por empréstimo ao Boca Juniores, as restantes "compras" feitas pelo Sporting foram a título definitivo.

 

Em cinco das 11 transferências, o clube liderado por Bruno de Carvalho pagou comissões, num total de 1,6 milhões de euros. Além das comissões pagas a Ruiz e Elias, os leões pagaram prémios de 125 mil euros a Lukas Spalvis, de 75 mil euros a Marcelo Meli e de 150 mil euros a Coates.

 

Os leões receberam 1,65 milhões de euros pela cedência temporária de Carlos Mané ao Estugarda, tendo o Sporting pago uma comissão de 50 mil euros, 500 mil euros para ceder Teo Gutierrez ao Rosário Central, e 200 mil euros pelo empréstimo de Ewerton ao Kaiserslautern (pagando uma comissão de 15 mil euros). O Sporting cedeu ainda Sacko ao Leeds (160 mil euros) e Wallyson Mallman ao Standard de Liege (150 mil euros).

 

Ao final da noite de quinta-feira a SAD do Sporting tinha comunicado à CMVM os resultados do ano fiscal terminado em Junho, com prejuízos de 31,9 milhões de euros, quando na "época" anterior tinha apresentado lucros de 19,3 milhões.

Sporting não pagou comissões na venda de João Mário e Slimani

 

Depois de num primeiro comunicado enviada esta manhã à CMVM não constarem os dados relativos às transferências definitivas "por venda dos direitos económicos", em que se incluem as vendas de João Mário e Islam Slimani, a SAD verde e branca enviou essa informação adicional ao regulador dos mercados.

 

Neste segmento, surgem as três vendas feitas pelo Sporting no mercado de transferências deste Verão, que encerrou em 31 de Agosto. Com a venda do passe de apenas três futebolistas os leões encaixaram 74,5 milhões de euros. Trata-se da venda de João Mário ao Inter de Milão por 40 milhões de euros, acrescidos de 5 milhões por objectivos, de Slimani ao Leicester por 30 milhões de euros, mais 5 milhões por objectivos, e ainda da venda de Naldo ao Krasnodar por 4,5 milhões de euros.

Mas se o Sporting não pagou comissões nas transferências de João Mário e de Slimani, pagou uma comissão de 360 mil euros na operação de venda do defesa-central brasileiro ao clube russo. 




(Notícia actualizada às 13:21 com informação adicional enviada pela SAD do Sporting à CMVM)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI