Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo está "atento" ao aumento do preço dos combustíveis

O ministro da Economia afirmou esta quarta-feira, no Parlamento, que os impostos sobre os combustíveis não foram alterados, e que o Governo "saberá o que fazer" sobre o aumento dos preços.

Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, apresentou o plano para o fim das moratórias no Porto.
Fernando Veludo/Lusa
Ana Sanlez anasanlez@negocios.pt 14 de Julho de 2021 às 11:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...
Questionado pelo PSD sobre o recente aumento do preço dos combusíveis, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou que "o Governo está atento" ao tema, remetendo uma atuação para o Ministério do Ambiente. 

Numa audição regimental que decorreu esta quarta-feira no Parlamento, o deputado Afonso Oliveira, do PSD, questionou o ministro sobre o aumento, "nos últimos seis anos", dos impostos sobre os combustíveis. "Os combustíveis hoje estão mais caros que na Europa, e uma das razões é o acréscimo de impostos", ressalvou o deputado. Siza Vieira refutou a afirmação, referindo que "os impostos não foram alterados". 

O ministro sublinhou que é "a taxa de carbono que incide sobre os produtos petrolíferos" que "tem vindo a aumentar em função do preço de mercado do preço do carbono no mercado. Mas não houve nenhuma decisão do Governo no sentido de aumentar os impostos sobre os combustíveis". 

Siza Vieira ressalvou que "é um tema a que o Governo está atento e sobre o qual os meus colegas do Ambiente saberão o que fazer". 

Afonso Oliveira referiu ainda que "desde 2016, o ISP e outros impostos incidentes sobre o gasóleo aumentaram 11 cêntimos, e 5 cêntimos sobre a gasolina", o que "provoca um preço acima da média da UE e da vizinha Espanha", nomeadamente 9,2% e 16,8%, respetivamente. 


Siza Vieira insistiu que "a coleta do imposto sobre produtos petrolíferos tem aumentado e que isso deve-se, sobretudo, ao aumento do adicional de carbono que incide sobre o ISP, e isso não depende de decisão do governo".

O ministro rematou que "noutros países, como em Espanha, há intenção de aumentar os impostos sobre os produtos petrolíferos que incidem sobre os combustíveis para mobilidade".

Ver comentários
Saber mais preços combustíveis aumento gasolina siza vieira
Outras Notícias