Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Probiomass ganha central de biomassa em Vila Real

A central termoeléctrica a biomassa florestal de Vila Real, com 11 MW, deverá ser entregue ao consórcio Probiomass, formado pela Proef, Eurico Ferreira, EHATB – Empreendimentos Hidroeléctricos do Alto Tâmega e Barroso e Espírito Santo Capital, segundo o A

Negócios negocios@negocios.pt 26 de Abril de 2007 às 10:39
  • Partilhar artigo
  • ...

A central termoeléctrica a biomassa florestal de Vila Real, com 11 MW, deverá ser entregue ao consórcio Probiomass, formado pela Proef, Eurico Ferreira, EHATB – Empreendimentos Hidroeléctricos do Alto Tâmega e Barroso e Espírito Santo Capital, segundo o Ambiente Online.

Na corrida a esta central estava ainda o consórcio Miese, formado pelas empresas Alberto Mesquita & Filhos, Isolux e Empresa Geral de Fomento (EGF).

Além deste lote, a Palser - Paletes da Sertã deve ser a vencedora do lote 10, referente à unidade de Castelo Branco e Coimbra (3 MVA), uma vez que a Sonae Indústria terá sido eliminada por não cumprir todos os requisitos.

Tendo em conta que a central de Castelo Branco e Guarda (2 MVA) só recebeu uma candidatura, a unidade deverá ficar a cargo do agrupamento Tavenergia, ACE (Cima – Centro de Inspecção Mecânica em Automóveis e Inspectro – Inspecção Periódica de Veículos Automóveis).

O mesmo acontece em relação ao consórcio formado pela Obrecol e Construções, Logística Florestal, Forestland e Hidroeléctrica San Miguel, que deverá ficar com a unidade dos distritos de Viana do Castelo e Braga (5 MVA), já que apresentou a única candidatura admitida.

As duas primeiras licenças para a construção de centrais termoeléctricas a partir de matéria-prima florestal foram entregues em meados de Março, seis meses depois da entrega das 36 propostas ao concurso da biomassa, para o distrito de Castelo Branco.

Nos vários concursos, está em causa a entrega de um total de 15 licenças para 100 megawatts (MW) de potência eléctrica a partir de biomassa florestal e um investimento da ordem dos 250 milhões de euros, que pode gerar cerca de 800 novos postos de trabalho.

 

 

Ver comentários
Outras Notícias