Empresas Venda de parcela de Tróia rende à Sonae Capital mais-valia de 15,5 milhões

Venda de parcela de Tróia rende à Sonae Capital mais-valia de 15,5 milhões

A Sonae Capital vendeu uma parcela da unidade de Tróia à Lagune por 20 milhões de euros, uma área cujo plano de pormenor determina um máximo de 600 camas turísticas. Esse activo está inscrito no balanço da empresa com um valor que ronda os 4,5 milhões de euros, pelo que a alienação vai gerar uma mais-valia de 15,5 milhões.
Venda de parcela de Tróia rende à Sonae Capital mais-valia de 15,5 milhões
Negócios 03 de julho de 2018 às 20:29

A Sonae Capital anunciou no passado dia 28 de Junho a venda de uma parcela do empreendimento de Tróia, a uma empresa francesa, por 20 milhões de euros. Hoje, em novo comunicado à CMVM, veio dizer que o activo em questão, adquirido em 1997, está inscrito no seu balanço por, aproximadamente, 4,5 milhões de euros, incluindo custos de transacção.

 

Assim sendo, este negócio irá gerar uma mais-valia de 15,5 milhões de euros à empresa liderada por Cláudia Azevedo (na foto).

 

Recorde-se que a Sonae Capital referiu ter celebrado " um contrato de promessa de compra e venda nos termos do qual prometeu alienar a parcela definida no Plano de Pormenor de Tróia como UNOP 3, pelo valor global de 20 milhões de euros, à sociedade Lagune Troia".

 
Em causa está uma unidade cujo plano de pormenor estabelece uma área bruta de construção de 36.200 metros quadrados e um máximo de 600 camas turísticas.

 

A empresa liderada por Claúdia Azevedo adiantou ainda que o projecto da Lagune "assenta no desenvolvimento de um Luxury Resort, elevando a qualidade dos projectos a desenvolver na região." 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI