Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Presidente da Galp acusa Governo de sacrificar consumidores de combustíveis

O presidente executivo da Galp, Manuel Ferreira de Oliveira, criticou esta segunda-feira o Orçamento do Estado para 2015, considerando que o Governo irá sacrificar os consumidores.

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 27 de Outubro de 2014 às 10:35
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

Com o Orçamento do Estado e a fiscalidade verde, disse Ferreira de Oliveira, "o País vai ter de cobrar aos consumidores mais 346,3 milhões de euros no próximo ano". "É mais um sacrifício aos nossos clientes", criticou.

 

O valor de impacto estimado resulta do agravamento da contribuição do serviço rodoviário, da nova taxa sobre o CO2 e da obrigação de introduzir biocombustíveis na gasolina e no gasóleo.

 

"Preocupa-nos a penalização crescente dos nossos clientes, em particular os do gasóleo, onde está grande parte da nossa indústria", comentou ainda Manuel Ferreira de Oliveira.

 

Na conferência de imprensa de apresentação dos resultados trimestrais o gestor foi especialmente crítico das medidas anunciadas pelo Governo. "Eu prefiro o crescimento azul à fiscalidade verde", declarou, em alusão a outras opções de crescimento, como a aposta na economia do mar. 

Ver comentários
Saber mais Galp Ferreira de Oliveira energia fiscalidade verde impostos combustíveis
Outras Notícias