Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Expansão do NorteShopping “é motivo de orgulho para o XXII Governo Constitucional”

O secretário de Estado João Torres tinha 12 anos quando o maior centro comercial do Norte abriu, a 21 de outubro de 1998. “Tenho a certeza que estive aqui no primeiro dia. Vim com a minha mãe”, contou, na inauguração do Galleria, o novo espaço de luxo do “shopping”.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 21 de Outubro de 2020 às 14:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O NorteShopping inaugurou esta quarta-feira, 21 de outubro, um novo espaço de luxo, o Galleria, que assinala a conclusão da expansão deste centro comercial, num investimento que totalizou 77 milhões de euros e criou mais 800 empregos, numa cerimónia que contou com a presença de João Torres, secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor.

 

Uma inauguração que acontece no dia em que o NorteShopping comemora o seu 22.º aniversário. João Torres lembra-se bem da abertura do maior centro comercial do Norte. "Tenho a certeza que estive aqui no primeiro dia. Vim com a minha mãe. A curiosidade era mais do que muita", confidenciou o jovem governante. Natural da Maia, tinha nessa altura 12 anos.

 

Torres aproveitou a ocasião para "agradecer" à Sonae Sierra pelo facto de, com o investimento de oito milhões na abertura do Galleria, "continuar a acreditar na economia portuguesa", tanto mais num "contexto muito difícil que estamos a atravessar".

 

Manifestando o seu reconhecimento pela "resiliência do comércio, dos centros comerciais e dos comerciantes, principalmente os que estão em conjuntos comerciais", afirmou que, nesta época de crise pandémica, Portugal precisa "de um comércio pujante".

 

De resto, concluiu, a expansão do NorteShopping "é motivo de orgulho para o XXI Governo Constitucional".

 

Com uma área bruta locável de quase três mil metros quadrados, ocupando um espaço de cerca de cinco mil metros quadrados, o Galleria implicou um investimento de oito milhões de euros, revelou Alexandre Fernandes, responsável pela área de gestão de ativos da Sonae Sierra, na apresentação da nova zona comercial.

 

O Galleria corporiza "um conceito inédito, disruptivo e inovador em Portugal", enfatizou o mesmo gestor.

 

Com 18 lojas e quatro quiosques, no Galleria estão marcas como a Furla, Hugo Boss, Polo Ralph Lauren, Gant, Adolfo Dominguez, Roberto Verino, Maybach, Twin-Set, Max Mara WeekEnd, Elements, Arcádia, Tommy Hilfiger, Claudie Pierlot, Sandro e Maje.

 

No caso da Twin-Set, Claudie Pierlot e Maybach, são marcas que "entram pela primeira vez em Portugal através do NorteShopping", enquanto outras como a MaxMara Weekend, Sandro e o bar de champanhe Bubbles&Pearls "apresentam o seu primeiro conceito adaptado a um centro comercial", revelou Jorge Morgadinho, administrador responsável pela área de serviços de desenvolvimento da Sonae Sierra.

 

Mas nem todas estas lojas vão abrir amanhã, primeiro dia de funcionamento do Galleria. A abertura da Furla só deverá acontecer em novembro, enquanto a Maje, a Sandro e Claudie Pierlot têm abertura marcada para dezembro, e a Polo Ralph Lauren para janeiro do próximo ano.

 

O novo espaço de luxo do NorteShopping, localizado no primeiro piso, ocupa a antiga zona de cinemas do centro comercial, que passaram para o segundo piso.

 

Ao Negócios, Alexandre Fernandes detalhou que a abertura do Galleria permitiu criar mais 120 postos de trabalho.

 

No total, a expansão do NorteShopping criou "cerca de 800 novos postos de trabalho".

 

Ver comentários
Saber mais norteshopping galleria pandemia joão torres
Outras Notícias