A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mapa: Casas são mais caras no Algarve, mas é no Norte que sobem mais

O valor a que os bancos avaliam as casas em Portugal atingiu um novo máximo em outubro, com o Algarve a manter-se a região mais cara. Veja os preços em todas as regiões e nas cidades urbanas.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Instituto Nacional de Estatística revelou esta semana que o valor a que os bancos estão a avaliar as casas em Portugal atingiu um novo recorde no mês de outubro. Fixou-se em 1.304 euros por metro quadrado, ultrapassando, pela primeira vez, a fasquia dos 1.300 euros por metro quadrado.

Na análise por regiões, como é visível no mapa em cima, é no Algarve e na Área Metropolitana de Lisboa que continuam a registar-se os valores mais elevados. No Algarve, a avaliação bancária ultrapassou mesmo, pela primeira vez, a fasquia dos 1.700 euros, fixando-se em 1.719 euros por metro quadrado, uma subida de 8,4% em relação a outubro do ano passado.


Já em Lisboa, a avaliação bancária aumentou 8,8% em relação ao ano passado e fixou-se em 1.614 euros por metro quadrado. O preço por metro quadrado a que os bancos avaliam as casas no Algarve é 6,5% superior ao registado em Lisboa.

Tendo em conta as variações homólogas, é no Norte que o valor da avaliação das casas mais aumentou em outubro (como é visível no mapa em baixo). O aumento homólogo de 9% é superior ao registado na Área Metropolitana de Lisboa e no Algarve, embora nestas regiões os aumentos tenham sido superiores a 8%.

No centro e no Alentejo, onde se observam os valores mais baixos, as subidas foram inferiores a 5%. O valor médio de avaliação bancária fixou-se em 1.049 euros na região Centro e em 1.052 euros por metro quadrado no Alentejo.

Lisboa recupera

Os dados do INE mostram que a avaliação bancária das casas em Lisboa recuperou em outubro, depois de quatro meses seguidos em queda. Na capital o preço por metro quadrado atingiu 2.193 euros em outubro, uma subida de 5 euros face a setembro e 62 euros contra outubro do ano passado.

Lisboa continua a ser a cidade portuguesa com a avaliação bancária das casas mais elevada, seguindo-se Cascais (2.191 euros) e Oeiras (2.152 euros).  

Seguem-se Odivelas e Porto, com valores abaixo dos 2.000 euros por metro quadrado.

Veja no mapa em baixo os valores da avaliação bancária em todos os municípios urbanos em outubro e nos meses anteriores.

Ver comentários
Saber mais avaliação bancária preços das casas INE
Mais lidas
Outras Notícias