Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Metade das familias de Lisboa só ganha para arrendar casa até 30 m2

Os rendimentos da família mediana em Lisboa apenas permitem arrendar uma casa com uma área até 30 metros quadrados cumprindo a taxa de esforço de 33% dos rendimentos.

Passar para a Renda Segura implica fazer um contrato de cinco anos e muitos dos proprietários do AL temem perder o registo e não poder voltar.
Miguel Baltazar
Negócios jng@negocios.pt 15 de Agosto de 2020 às 09:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A família mediana no município de Lisboa apenas dispõe de rendimentos para arrendar uma casa com no máximo 30 metros quadrados. Isto se cumprir a recomendação de canalizar até um terço do seu rendimento mensal para o pagamento da renda, noticia este sábado o semanário Expresso.

Por contraponto, a família mediana no município de Belmonte com igual taxa de esforço consegue arrendar uma habitação com cinco vezes mais área: 149 metros quadrados (m2).

O Expresso cruzou os dados dos rendimentos medianos das famílias por concelho e o preço mediano por m2 no mercado de arrendamento nesses municípios.

Assim, embora o rendimento médio das famílias da capital seja 30% superior ao do concelho junto à Serra da Estrela, a renda média pedida em Lisboa é seis vezes superior.

O Expresso cruzou estes dados para os mais de 180 municípios de Portugal Continental para os quais existe informação e concluiu que, com recurso a um terço do seu rendimento mensal, a família mediana portuguesa consegue arrendar uma casa com uma área de 60 m2, ou seja, o dobro do valor da capital.

As rendas são particularmente elevadas nas Áreas Metropolitanas de Lisboa (AML) e Porto (AMP), apesar de também os rendimentos serem superiores, pelo que na AML as famílias conseguem arrendar casas com 44 m2 e na AMP essa área aumenta para 56 m2. 

De acordo com o semanário, existem mais cinco municípios - todos do interior - onde com um terço do rendimento se consegue arrendar uma casa com 120 m2 ou mais. São eles Borba, Portalegre, Sátão, Bragança e Vila Viçosa.

No extremo oposto, além de Lisboa, os concelhos que apenas permitem arrendar menores áreas são  Cascais (36 m2), Albufeira (38 m2), Amadora (39 m2) e Porto (40 metros quadrados).

Ver comentários
Saber mais Lisboa Expresso Porto AML AMP imobiliário arrendamento rendimento área belmonte concelhos taxa de esforço
Mais lidas
Outras Notícias