Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

10 maiores exportadoras geraram um quinto das exportações em 2018

As dez maiores exportadoras do país geraram 21,3% do total das exportações de bens no ano passado.

Bruno Simão
Tiago Varzim tiagovarzim@negocios.pt 23 de Fevereiro de 2019 às 10:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Existem mais de 45 mil empresas portuguesas que exportam. No entanto, as dez maiores - que representam 0,02% do universo total de exportadoras - geraram um quinto das exportações de bens registadas por Portugal no ano passado. Os dados foram fornecidos pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) a pedido do Negócios. 

O peso das maiores exportadoras tem-se mantido estável ao longo das últimas três décadas (ver gráfico). O valor mais baixo foi registado em 2009 (17,4%) e o mais elevado em 2006 (22,5%). Estes dados para 2018 referem-se apenas a bens (não incluem as empresas de serviços) e são preliminares, pelo que podem vir a ser atualizados. 

Segundo o INE, isto evidencia "uma significativa concentração do valor transacionado num número reduzido de empresas". A conclusão consta do destaque de 2015, o último em que analisa o comércio internacional por caraterísticas das empresas. A exposição fica mais a nu quando se analisa as cinco maiores exportadoras: nesse ano respondiam por 15% das exportações de bens. 

Em termos nominais, um peso de 21,3% em 2018 significa que dos 57,9 mil milhões de euros exportados em bens pelas empresas portuguesas, 12,3 mil milhões de euros são da responsabilidade das 10 principais exportadoras. Não é possível saber os valores nem os pesos concretos de cada uma dessas empresas, mas as próprias revelam alguns dos números. 

O ranking é liderado pela Petrogal (universo da Galp), que exporta petróleo refinado, há 11 anos consecutivos. Tendo como base informação de anos anteriores, é possível concluir que a Galp é de longe a empresa que mais exporta, sendo que o valor anual poderá ser superior a quatro mil milhões de euros. 

Segue-se a Autoeuropa, que liderou o top entre 2000 e 2005, que registou um recorde de produção em 2018 (a maior parte é exportada). Segundo a empresa, em 2016, as vendas da Autoeuropa ascenderam aos 1,5 mil milhões de euros.

Em terceiro lugar está a Navigator. No caso da papeleira, o relatório e contas de 2017 dava conta de exportações de 1,3 mil milhões de euros, o que "corresponde a 2,4% das exportações nacionais de bens".

1 - Petrogal

A empresa do universo da Galp importa petróleo bruto que passa nas refinarias de Sines e Leixões. O petróleo refinado é depois exportado. A Petrogal é a maior exportadora de Portugal há onze anos consecutivos.

2 - Volkswagen Autoeuropa

2018 foi um ano de produção recorde na Autoeuropa. Apesar da greve dos estivadores no final do ano, a empresa manteve-se como a segunda maior exportadora do país. Antes da Galp chegar ao primeiro lugar, a Autoeuropa foi a empresa mais exportadora do país entre, pelo menos, 2000 e 2005. 

3 - The Navigator Company

A ex-Portucel tem estado sempre nos últimos anos no pódio das empresas mais exportadoras. Em 2016 chegou a ultrapassar a Autoeuropa, mas em 2017 e 2018 voltou ao terceiro lugar. 

4 - Bosch Car Multimedia Portugal 

A fabricante de recetores de rádio e de televisão para automóveis marca presença no ranking das empresas que mais exportam em Portugal. Segundo o relatório e contas de 2017, a Bosch exportação 90% da sua produção para mais de 50 países. 

5 - Continental Mabor - Indústria De Pneus

A fabricante de pneus consolidou a sua posição enquanto a quinta maior exportadora do país. Do volume total de pneus vendidos cerca de 98% tiveram como destino a exportação para 67 países em 2017.

6 - Faurécia-Sistemas de Escape Portugal 

Presente em Portugal desde 1951, a Faurécia é uma das gigantes do setor automóvel no país, marcando presença frequente também no ranking das maiores exportadoras.

7 - Aptivport Services

A ex-Delphi Automotive consta do ranking pelo menos desde o início do século. A multinacional emprega cerca de 1.600 pessoas.

8 - Visteon Electronics Corporation

Mais uma empresa que está ligada ao setor automóvel e que tem estado presente frequentemente no ranking das maiores exportadoras. A Visteon está ligada ao fabrico de aparelhos de rádio e televisão, segundo a categoria em que está inserida no INE. 

9 - Repsol Polímeros, S.A.

A Repsol Polímeros, que opera em Sines, produz matérias-primas que são utilizadas na produção de plásticos. A empresa exporta 90% da sua produção para mais de 60 países. 

10 - SN Maia - Siderurgia Nacional, SA

A fabricante de aço exporta grande parte da sua produção, tendo como principais mercados o Reino Unido, o mercado ocidental europeu e o norte de África. 

1 - Petrogal

A empresa do universo da Galp importa petróleo bruto que passa nas refinarias de Sines e Leixões. O petróleo refinado é depois exportado. A Petrogal é a maior exportadora de Portugal há 11 anos consecutivos.

2 - Volkswagen Autoeuropa

Os motores dos carros, por exemplo, que são montados na fábrica da Autoeuropa em Palmela são importados. 

3 - Galp Gás Natural

A Galp importa gás natural liquefeito (GNL) por via marítima através do terminal de Sines. 

4 - Transportes Aéreos Portugueses

A TAP entrou no ranking em 2017 e reforçou a sua posição em 2018. A empresa importa peças para a manutenção de aviões de outras companhias, uma área de negócios que duplicou nos últimos dois anos.  

5 - Pingo Doce - Distribuição Alimentar

A importação de bens para venda nas lojas em Portugal tem valido um lugar no ranking das maiores importadoras ao Pingo Doce, que pertence à Jerónimo Martins. 

6 - Mercedes Benz Portugal

O número de veículos ligeiros vendido pela Mercedes Benz aumentou 1,2% em 2018, sendo a terceira marca de automóveis que mais vende em Portugal. 

7 - Lidl & Companhia

Tal como o Pingo Doce, a cadeia alemã importa bens que depois vende nas lojas portuguesas. 

8 - Renault Portugal

A marca de automóveis francesa é a mais vendida em Portugal, detendo 13,7% de quota de mercado. O número de carros vendidos subiu 3,7% em 2018. 

9 - Faurécia-Sistemas de Escape Portugal Lda

A multinacional francesa é uma das principais exportadoras, mas também está no top das maiores importadoras. 

10 - BMW Portugal, Lda

Com a saída da SIVA, distribuidora de marcas automóveis do grupo Volkswagen, a BMW regressou ao ranking das maiores importadoras, onde já tinha estado em 2016. Isto apesar de o número de carros vendidos ter descido 5% em 2018. A BMW é a sexta marca mais vendida em Portugal. 





Exportações travaram, mas sobem. Setor automóvel domina
As exportações portuguesas continuaram a aumentar em 2018, apesar de terem travado. Depois de crescerem 10% em 2017, as vendas ao exterior subiram 5,3% no ano passado. 

O ano passado foi marcado pelo bom desempenho exportador do setor automóvel, que também continua a dominar o ranking das empresas que mais exportam. Se incluirmos os combustíveis, sete das 10 maiores exportadoras estavam ligadas a esse setor em 2018. 

A evolução da estrutura das exportações nos últimos 10 anos e o ranking das maiores exportadoras está relacionada. No caso da estrutura das exportações, tal como noticiado pelo Negócios, a venda de carros ao exterior ganhou protagonismo, assim como os produtos petrolíferos refinados.

No caso do top 10, este já era dominado pelo setor automóvel em 2008. As exceções eram a Navigator, a Somincor - extração e preparação de outros minérios metálicos não ferrosos - e a Repsol Polímeros. Mesmo comparando com 2000, a estrutura já era semelhante.
Ver comentários
Saber mais Exportações comércio internacional de bens maiores exportadoras autoeuropa galp navigator
Mais lidas
Outras Notícias