Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Painéis da Póvoa de Varzim aquecem resort de luxo na Arábia

A Energie colocou 200 painéis solares num empreendimento turístico de Abu Dhabi para aquecer até 75 mil litros de água por dia. É a maior instalação realizada pela produtora nortenha naquela região do Médio Oriente.

António Larguesa alarguesa@negocios.pt 06 de Outubro de 2020 às 17:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A Energie Portugal ganhou um contrato em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, para instalar 200 painéis solares termodinâmicos no luxuoso Jumeirah Saadiyat Island Resort, com as funções de aquecimento e arrefecimento, acenando com uma poupança de 85% na fatura energética.

 

Os testes terminaram em agosto e o sistema incorporado neste empreendimento, que conta com 293 quartos, cinco restaurantes e três piscinas exteriores, ocupa uma área de apenas 60 metros quadrados num dos parques de estacionamento. O CEO, Luís Rocha, garante que pode aquecer até 75 mil litros de água por dia, o que "permite rentabilizar o investimento em apenas dois anos".

 

Sem detalhar ao Negócios o valor do contrato, a empresa da Póvoa de Varzim frisa que a obra neste hotel da ilha de Saadiyat – em 2019 foi distinguido pelo design nos World Travel Awards –, é a maior que já realizou na região do Médio Oriente. O empresário aponta este mercado, para onde começou a exportar em 2018, como uma das principais apostas, pois tem como meta "atingir uma utilização de 44% de energias renováveis até 2050".

 

É um mercado em que estamos a apostar, até porque um dos objetivos dos Emirados Árabes Unidos passa por atingir uma utilização de 44% de energias renováveis até 2050. Luís Rocha, CEO da Energie Portugal



Fundada em 1981, a produtora sediada na Zona Industrial de Laúndos, onde emprega mais de 40 funcionários, ficou conhecida a nível nacional na sequência de uma visita do então primeiro-ministro, José Sócrates. Depois de ver as vendas caírem para metade a partir de 2011, tem vindo a recuperar parte do negócio perdido nos piores anos da anterior crise financeira, surgindo atualmente Itália, Espanha e Dubai como os principais destinos.

 

Apoiada sobretudo na retoma da construção e no discurso ambiental, a faturação da Energie aumentou cerca de 30% em 2019 – um ano em que se estreou a exportar para Argentina, Coreia do Sul e Nova Caledónia –, para um valor a rondar 8,5 milhões de euros. Com o surgimento da pandemia, já depois da fase de confinamento, a principal tendência identificada pela exportadora é o aumento da procura no segmento doméstico, com mais clientes particulares interessados nos sistemas solares para habitação.

Ver comentários
Saber mais energia painéis solares póvoa de varzim energie exportação abu dhabi emirados árabes unidos turismo
Mais lidas
Outras Notícias