Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Unidade de condução autónoma da Alphabet arrecada investimento de 2,5 mil milhões

A Waymo, a unidade de condução autónoma da dona da Google, levantou 2,5 mil milhões de dólares numa nova ronda de investimento.

Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 16 de Junho de 2021 às 15:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Waymo, uma das unidades que integra o conglomerado Alphabet, arrecadou 2,5 mil milhões de dólares (cerca de 2,1 mil milhões de euros) numa nova ronda de investimento. Além da Alphabet, também a Andreessen Horowitz, a AutoNation, a Fidelity Management & Research Company, Magna International ou os fundos Perry Creek Capital e Silver Lake participaram nesta ronda. No total, dez empresas participaram nesta ronda.

Na publicação disponibilizada pela Waymo, empresa criada em 2009, este montante permitirá "continuar a avançar no Waymo Driver", a tecnologia de condução autónoma em que a empresa está a trabalhar, assim como "na continuidade de crescimento da equipa".

Atualmente a frota de carros autónomos da Waymo, que recebeu o nome Waymo One, está presente em várias cidades norte-americanas, onde é possível requisitar uma viagem através de uma aplicação para smartphone. "Com dezenas de milhares de milhas conduzidas em estradas públicas em 25 cidades e dezenas de milhares de milhões conduzidos em simulação, a experiência mostra-nos, e também aos nossos investidores, a tremenda oportunidade", afirmam os co-CEO da Waymo, Tekedra Mawakana e Dmitri Dolgov, numa nota partilhada no blog da empresa.

De acordo com o site PitchBook, a empresa está avaliada em cerca de 30 mil milhões de dólares.

Se inicialmente a empresa disponibilizava viagens apenas na área de São Francisco, já se expandiu também a Phoenix, no Arizona. Numa fase inicial, esta unidade era conhecida como o projeto para o carro autónomo da Google, mas em 2016 recebeu o nome de Waymo.
Ver comentários
Saber mais Alphabet Waymo ronda de investimento Google
Outras Notícias