Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Brasileira Oi regista lucros de 1.461 milhões de reais no primeiro semestre de 2022

Valor compara com o prejuízo de 1.899 milhões de reais (cerca de 363,5 milhões de euros) registado no mesmo período do ano anterior. 

Operadora brasileira Oi, participada da Pharol, entrou em processo de recuperação judicial em meados de 2016. Já passaram cinco anos.
DR
Sílvia Abreu silviaabreu@negocios.pt 16 de Agosto de 2022 às 15:23
A operadora brasileira Oi, onde a portuguesa Pharol detém uma participação de 4,66%, registou lucros de 1.461 milhões de reais (cerca de 279,7 milhões de euros) no primeiro semestre de 2022. Este valor compara com o prejuízo de 1.899 milhões de reais (cerca de 363,5 milhões de euros) registados no mesmo período do ano anterior. 

Este resultado positivo, segundo a informação fornecida pela Pharol à CMVM, deveu-se sobretudo "aos ganhos obtidos com as vendas do negócio de mobilidade e também da V.tal".

Apesar de ter fechado o semestre com lucros, a empresa registou um prejuízo de 321 milhões de reais no segundo trimestre, o que a Oi justifica com "um resultado financeiro líquido negativo de 3.139 milhões de reais e uma despesa de Imposto de Renda e Contribuição Social no valor de 4.722 milhões de reais". 

As receitas semestrais da operadora brasileira ascenderam aos 7.124 milhões de reais, o que compara com os 8.842 milhões registados no mesmo período de 2021. 

No primeiro semestre deste ano, os custos e despesas operacionais (OPEX) da operadora brasileira atingiram os 5.545 milhões de reais, menos 13,6% do que no período homólogo.
Ver comentários
Saber mais Pharol Oi operadora Brasil
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio