Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Pedro Nuno Santos: “Interesse na Groundforce mantém-se intocável”

O ministro das Infraestruturas garante que a insolvência “não põe em causa a venda da Groundforce”, contrariando as declarações de Alfredo Casimiro que diz que irá dificultar o processo de venda que está em curso.

Manuel de Almeida
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 18 de Maio de 2021 às 12:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, garantiu esta terça-feira no Parlamento que a insolvência da Groundforce, que foi requerida na semana passada pela TAP, "não põe em causa venda da empresa".

"A prova são os interessados na Groundforce que já tiveram oportunidade de o comunicar", disse o governante, frisando que esses candidatos já "tornaram público a manutenção do seu interesse".


"Foram elas a dizer que o processo de insolvência não punha em causa o seu interesse para comprar a empresa", disse Pedro Nuno Santos, frisando que os interessados na compra dos 50,1% que a Pasogal, de Alfredo Casimiro, tem na Groundforce "também falam com a TAP e o Governo". Razão pela qual "nós sabemos que interesse das empresas mantém-se intocável".


O ministro respondia assim ao empresário que também esta terça-feira, em comunicado, disse que o pedido de insolvência vai deixar a empresa em "total estrangulamento", colocando em risco os salários de maio e dificultando o processo de venda que está em curso.


No entender da Groundforce, um processo de insolvência irá comprometer "todos os esforços" que têm sido feitos para "salvar a empresa" e "vai dificultar a operação de venda que se encontra em curso com diversos 'players' internacionais do setor".


No Parlamento, Pedro Nuno Santos não poupou críticas a Alfredo Casimiro neste processo, frisando que "se quisermos defender o Estado e o interesse publico não podemos vacilar".


"Já não nos podemos relacionar com esse empresário como um empresário normal", disse, reafirmando que a TAP não quer fazer "self handling" nem ter outra empresa a fazer o serviço de handling da Groundforce.

Ver comentários
Saber mais Pedro Nuno Santos Groundforce TAP Alfredo Casimiro Parlamento
Outras Notícias