Aviação Subida dos preços do combustível arrasta Lufthansa para perdas

Subida dos preços do combustível arrasta Lufthansa para perdas

As receitas arrecadadas pela companhia aérea foram anuladas por um aumento de 202 milhões de euros nos custos com combustíveis, justifica a companhia aérea alemã.
Subida dos preços do combustível arrasta Lufthansa para perdas
Rafaela Burd Relvas 16 de abril de 2019 às 07:32
A Lufthansa registou perdas no primeiro trimestre deste ano, penalizada pelo aumento dos preços do combustível. Nos primeiros três meses deste ano, a companhia aérea alemã reportou um resultado antes de juros e impostos (EBIT) negativo, de -336 milhões de euros, depois dos 52 milhões que tinha registado em igual período do ano passado, de acordo com o comunicado divulgado esta terça-feira, 16 de abril.

As receitas arrecadadas pela companhia aérea foram anuladas por um aumento de 202 milhões de euros nos custos com combustíveis, justifica a empresa. Já os problemas de sobrecapacidade na atividade na Europa pressionaram os preços das viagens, penalizando também as contas.

A Lufthansa ressalva, ainda assim, que esta quebra acentuada fica a dever-se ao facto de os resultados do primeiro trimestre de 2018 terem sido "particularmente fortes".

Para o segundo trimestre, a empresa antecipa um aumento das receitas, tendo em conta os "níveis favoráveis de reservas" e o "claro abrandamento" do crescimento da capacidade aérea a nível mundial.

As contas detalhadas da Lufthansa relativas ao primeiro trimestre só serão publicadas no dia 30 de abril.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI