Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Israelitas vão construir hotel de 5 estrelas e 200 apartamentos no Bonfim do Porto

O grupo Fortera, juntamente com os também israelitas Issta Lines e Fattal, comprou os terrenos em agosto e pretende arrancar com a construção dos dois empreendimentos ainda este ano, num investimento orçado em 47 milhões de euros.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 05 de Julho de 2020 às 17:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A promotora imobiliária Fortera, de capitais israelitas, tem no "pipeline" um investimento global superior a 200 milhões de euros no Porto e em Gaia, na construção de empreendimentos hoteleiros e residenciais.

 

Na cidade Invicta, com arranque de obra previsto ainda para este ano, nuns terrenos situados na zona do Bonfim, "adquiridos em agosto de 2019", a Fortera vai construir um hotel e um complexo residencial, num investimento agregado de 47 milhões de euros, revelou ao Negócios o CEO da empresa, Elad Dror.

 

Na Avenida Camilo, em frente à Escola Secundária Alexandre Herculano, deverá nascer um hotel de cinco estrelas, com 258 quartos e aproximadamente 16.500 metros quadrados, num investimento orçado em 27 milhões de euros.

 

No mesmo quarteirão, mas com frente para a Rua do Bonfim, a Fortera pretende investir 20 milhões de euros na construção de um empreendimento residencial "com cerca de 200 apartamentos".

 

Para estes dois investimentos, a Fortera conta com dois parceiros igualmente israelitas, com cada um a deter um terço do capital da sociedade promotora - os grupos Issta Lines e Fattal, que são a maior agência de viagens e o maior grupo hoteleiro de Israel, respetivamente.

 

"Começaremos as obras de ambos os projetos até ao final deste ano, para terminar no verão de 2023", garantiu Elad Dror.

 

Já em Gaia, com arranque da obra previsto para novembro próximo, a Fortera vai construir um hotel de quatro estrelas, com 64 quartos, junto à Ponte D. Luís I, num investimento próximo dos nove milhões de euros.

 

E será em Gaia que o grupo israelita pretende desenvolver os seus dois mais ambiciosos projetos imobiliários, com arranque das obras previsto para o próximo ano.

 

Em causa estão o projeto Skyline, a construir nas traseiras dos Paços do Concelho, num investimento de 80 milhões de euros e que é formado por um hotel com mais de 250 quartos, um centro de congressos e um centro multiusos, e outros 80 milhões de euros num complexo residencial, "com mais de 300 apartamentos".

 

Questionado sobre o impacto da covid-19 na hotelaria, que estará a suspender os investimentos previstos no setor, o empresário desvalorizou tais efeitos na Fortera: "Felizmente, não temos nenhum hotel - os nossos estão programados para 2023-2024, sendo que todos esperamos voltar à normalidade até lá", explicou.

 

O grupo Fortera foi criado em 2015, tendo concluído, nos últimos quatro anos, nove projetos imobiliários, distribuídos por Gaia, Porto e Espinho, "num investimento aproximado de 21 milhões de euros", tendo desembolsado outros "45 milhões em aquisições durante 2019".

Ver comentários
Saber mais fortera israelitas avenida camilo secundária alexandre herculano skyline elad dror issta lines fattal
Mais lidas
Outras Notícias