Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional e restante Europa invertem tendência após anúncio do BCE

A bolsa nacional e as restantes congéneres europeias inverteram a tendência que dominou toda a manhã e seguem agora em terreno negativo, após a reunião do Banco Central Europeu. O PSI-20 perde 0,28% com os pesos pesados Jerónimo Martins e Galp Energia a serem os principais responsáveis pelo comportamento negativo do índice.

Jorge Garcia jorgegarcia@negocios.pt 06 de Junho de 2013 às 15:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

O PSI-20 encontra-se a perder 0,28% para 5.856,55 pontos, com 14 cotadas em queda, quatro a subir e duas inalteradas. A Jerónimo Martins, a Galp Energia, e a banca são os títulos que mais se encontram a pressionar o índice.

 

As bolsas por toda a Europa inverteram a tendência de ganhos logo após o Banco Central Europeu (BCE) ter comunicado que não iria aumentar a expansão monetária, e que a taxa de juro de referência não iria ser alterada.

 

Além disso, o BCE revelou-se um pouco mais pessimista para 2013, com as projecções dos economistas do Eurosistema a apontarem agora para uma recessão de 0,6% este ano na Zona Euro e um crescimento de 1,1% em 2014. Estes números correspondem a uma revisão em baixa das previsões para este ano, mas a uma melhoria das perspectivas para o próximo ano. Ainda assim, o BCE continua a prever que a economia da região registe uma melhoria ainda no final deste ano.

 

Por cá, a Jerónimo Martins e a Galp Energia perdem 0,80% para 16,03 euros e 12,425 euros, respectivamente.

 

A banca também está a penalizar fortemente a bolsa com o BCP a depreciar 0,96% para 0,103 euros, e o BES a cair 0,79% para 0,754 euros. BPI e Banif perdem 1,39% e 3,92% para 0,996 euros e 0,098 euros, respectivamente.

 

A impedir uma maior queda do índice estão a EDP, a Portucel e a Sonaecom. A empresa liderada por António Mexia aprecia 1,95% para 2,506 euros e está a ser o grande destaque do dia. A Portucel avança 1,40% para 2,543 euros, e a Sonaecom aprecia 2,94% para 1,575 euros, no dia em que a casa de investimento do Santander emitiu uma nota de análise onde identifica uma “oportunidade de negociação” nas acções da Sonaecom, que se encontram subavaliadas em mais de 30% face ao valor implícito no acordo de fusão da Optimus com a Zon.

Ver comentários
Saber mais Bolsa PSI-20 Galp Jerónimo Martins Euronext
Outras Notícias