A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 perde quase 9% na maior queda diária desde 2008

A bolsa nacional desvalorizou perto de 9% com todas as cotadas no vermelho para registar a maior queda diária desde 2008.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 57
  • ...
O PSI-20 perdeu 8,66% para 4.266,88 pontos na sessão desta segunda-feira, 9 de março, dia em recuou para mínimos de 27 de junho de 2016, em que todas as 18 cotadas que integram o índice lisboeta transacionaram em terreno negativo e em que a bolsa nacional aumento para três as sessões consecutivas no vermelho.

Com uma desvalorização de quase 9%, a bolsa nacional registou a maior queda diária desde 2008, ano marcado pela falência do Lehman Brothers e pelo aumento de proporções da crise financeira internacional. Na sessão de "ressaca" do referendo britânico que deu a vitória ao Brexit, em junho de 2016, o PSI-20 chegou a recuar acima de 10% na negociação intradiária, porém, aquando do encerramento da negociação bolsista, acabou por limitar as perdas a menos de 7%.


As 18 cotadas do PSI-20 viram a sua capitalização bolsista conjunta baixa em 5.270 milhões de euros apenas na sessão desta segunda-feira. Uma queda que acresce aos quase 8 mil milhões de euros perdidos nas 10 sessões anteriores (duas semanas). Assim, nas últimas 11 sessões o PSI-20 acumula perdas de 13 mil milhões de dólares.

 

A bolsa nacional negociou em linha com as fortes quedas também verificadas nas principais bolsas europeias, com variações negativas que vão dos menos 7% do alemão DAX aos quase 12% na Grécia. Já o índice de referência europeu caiu pelo terceiro dia para mínimos de janeiro de 2019 penalizado por todos os setores do velho continente, sobretudo pelo petrolífero (com uma queda na ordem dos 15%). 

A "guerra de preços" que a Arábia Saudita declarou com a mensagem de que irá inundar o mercado com crude, promovendo uma descida acentuada dos preços para pressionar grandes produtores como a Rússia e os Estados Unidos, juntou-se cada vez maior incidência de casos por infeção pelo coronavírus para derrubar os mercados para uma das piores sessões de sempre. 

Lisboa não escapou às quedas, nem as cotadas com maior peso no PSI-20. O BCP afundou 15,18% para 0,1201 euros, cotação que representa um novo mínimo histórico para o banco, enquanto a Galp Energia seguiu o setor e recuou 16,52% para 9,584 euros, com a petrolífera a negociar em mínimos de setembro de 2015 numa sessão em que chegou a afundar 25%, a maior queda intradiária de sempre da cotada.

Seguindo na energia, a EDP perdeu 7,23% para 4,056 euros, a EDP Renováveis caiu 7,23% para 11,80 euros e a REN deslizou 4,43% para 2,48 euros.

A Galp Energia sofreu a maior perda de valor de mercado, que recuou mais de 2 mil milhões de euros, e está agora abaixo dos 8 mil milhões de euros. A capitalização bolsista da EDP baixou mais de mil milhões de euros, a da EDP Renováveis caiu mais de 800 milhões e o valor de mercado do BCP recuou 324 milhões de euros e está agora abaixo dos 2 mil milhões de euros. As cotadas que pertencem ao PSI-20 têm agora um valor de mercado conjunto inferior a 55 mil milhões de euros.

Destaque pela negativa ainda para o setor do papel, já que a Altri desvalorizou 10,06% para 4,114 euros, a Navigator resvalou 9,53% para 2,410 euros e a Semapa caiu 5,65% para 10,36 euros. 

Mínimos históricos e de quatro a oito anos

Foram vários os mínimos observados ao longo da sessão em Lisboa, com diversas cotadas a registaram as cotações mais baixas em vários anos.

A Mota-Engil (-14,21% para 1,020 euros) tocou em mínimos de agosto de 2012, a Nos deslizou para a cotação mais baixa desde abril de 2013 e, como já se viu, a Galp tocou em mínimos de setembro de 2015. Semapa, Navigator, Sonae e Sonae Capital caíram para mínimos de julho de 2016, sendo que a Ramada transacionou no valor mais baixo desde 12 de abril do mesmo ano, enquanto a Altri caiu para mínimos de setembro de 2017. 

Além do mínimo histórico atingido pelo BCP, também a Pharol estabeleceu a cotação mais baixa de sempre ao negociar nos 6,6 cêntimos por ação.  
 
(Notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais Bolsa Nacional PSI-20 BCP Galp Energia EDP Renováveis EDP Altri Semapa Sonae Capital Sonae
Mais lidas
Outras Notícias