Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Espanhóis da Bit2me assinam com Axie infinity para ampliar metaverso em Portugal

Menos de uma semana depois de ter sido a primeira plataforma cripto a ser licenciada pelo Banco de Espanha, a Bit2me assinou uma parceria com a Axie infinity com o objetivo de aumentar a comunidade em Portugal, Espanha e América Latina.

Fábio Carvalho da Silva fabiosilva@negocios.pt 21 de Fevereiro de 2022 às 18:59

A plataforma espanhola de criptomoedas Bit2me (B2M) assinou uma parceria com uma das maiores embaixadoras mundiais do metaverso, a Axie infinity (AXS). O objetivo é ampliar a comunidade em Portugal, Espanha e América Latina.

Segundo o comunicado conjunto das empresas, com esta acordo, "a Bit2ME converte-se no parceiro de intercâmbio de AXS para os jogadores do Sul da Europa e América Latina, que contarão com todas as vantagens que a plataforma oferece como o suporte telefónico em espanhol e português nativos".

Os jogadores da Axie Infinity também poderão desfrutar de mais de 20 funcionalidades disponíveis nos serviços da Bit2Me. Além disso, a empresa espanhola divulgará informação sobre a Axie Infinity através da Bit2Me Academy, que conta com 2,9 milhões de utilizadores e estudantes em todo o mundo.

No início de dezembro, a Bit2Me passou a disponibilizar a possibilidade de adquirir o Axie Infinity Shards (AXS), o token do jogo de blockchain. A partir de agora, os compradores de AXS que detenham o B2M, beneficiarão de uma bonificação de até 90%, nos custos de transação.

Criado em 2028 pela empresa Sky Mavis, Axie Infinity é um jogo "Play-to-Earn" (P2E) no qual os jogadores podem travar batalhas com criaturas batizadas de "axies". Meses depois do lançamento do jogo, a empresa vietnamita Sky Mavis arrecadou mil milhões de dólares em vendas.

No verão passado, a Bit2Me captou 17,5 milhões de euros através de uma "inicial coin offering" (ICO) na própria plataforma. A operação foi dividida em três fases e ficou completa em menos de três minutos. Somaram-se ainda mais de 2,5 milhões de euros de mais uma ronda de investimento privada, liderada por entidades como Huobi Ventures, ICON Foundation, Valhalla Capital, Smape Capital e executivos da Nexo, Amazon, Polygon, Kraken e Coinbase.

A semana passada, a plataforma tornou-se a primeira exchange cripto a obter licença do Banco de Espanha, uma estreia também para instituição financeira liderada por Pablo Hernández de Cos e que aconteceu oito meses depois de o Banco de Portugal ter licenciado a primeira plataforma cripto em Portugal.

Ver comentários
Saber mais B2M Bit2me Axie infinity AXS América Latina Sky Mavis ICO economia negócios e finanças
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio