Mercados Acordo do Brexit dá força à bolsa britânica e faz libra disparar

Acordo do Brexit dá força à bolsa britânica e faz libra disparar

O recém-anunciado acordo para o Brexit alivia a incerteza quanto às relações entre as economias britânica e europeia que têm vindo a travar os mercados, os quais reagem em alta à novidade.
Ana Batalha Oliveira 17 de outubro de 2019 às 11:25

Depois de anos a negociar a saída do Reino Unido da União Europeia, os líderes de ambas as partes anunciaram ter chegado a acordo. Os mercados seguem animados, com a bolsa britânica a valorizar e a libra em destaque.

A divisa britânica está a somar 0,80% para os 1,2935 dólares, mas já chegou a avançar 1,23% para os 1,2990 dólares. A libra atingiu, desta forma, e após três sessões a valorizar, um máximo de 13 de maio deste ano.
Face ao euro, a moeda do Reino Unido também ganha embora mais modestamente. Sobe 0,35% para os 1,1631 euros, mas já tocou também num máximo de maio – de dia 8 – na sequência de uma subida de 0,61%.

O FTSE, o principal índice bolsista de Londres, soma 0,50% para os 7.204,36 pontos. O entusiasmo nas ações tira peso às obrigações, nas quais os investidores se refugiam em termos de incerteza, pelo que os juros da dívida britânica estão a subir 4,6 pontos base para os 0,756%, uma fasquia que não era atingida desde dia 13 do mês passado.

Esta quinta-feira, 17 de outubro, Boris Johnson e Jean-Claude Juncker usaram as redes sociais para revelar ao mundo que finalmente a União Europeia e o Reino Unido chegaram a um acordo para o Brexit. As negociações aceleraram na última semana, agora que se aproximava o prazo-limite para o "divórcio" - o dia 31 de outubro. Caso não houvesse entendimento até ao fim do mês, o Reino Unido poderia ter de abandonar a União Europeia sem acordo, algo visto com grande receio pelos investidores tendo em conta o impacto acrescido que a quebra abruta de laços comerciais podia ter para ambas as economias.  




pub

Marketing Automation certified by E-GOI