Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião
Alexandre Real 20 de Março de 2020 às 09:50

Fatores críticos para um teletrabalho eficaz

O teletrabalho também exige uma grande capacidade de flexibilidade e adaptação, visto que não temos próximo os outros membros da equipa para nos ajudar a gerir determinados contratempos.

  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Há um paradoxo no trabalho à distância, geralmente nós aumentamos a confiança entre as pessoas com a proximidade no local de trabalho, mas é à distancia que temos que confiar mais uns nos outros, ou seja, cada um tem que confiar que o outro está a desempenhar devidamente as suas tarefas e obrigações. Com o trabalho remoto o controlo presencial desaparece o que aumenta o sentido de responsabilidade de cada um, além de que é fundamental definir os objetivos de cada membro da equipa e elaborar um cronograma de execução. Com o trabalho remoto é aconselhável aumentar o investimento em planeamento e organização.

 

O teletrabalho também exige uma grande capacidade de flexibilidade e adaptação, visto que não temos próximo os outros membros da equipa para nos ajudar a gerir determinados contratempos.

 

A sincronização dos horários de trabalho também é um dos desafios do trabalho à distância, primeiro cada um tem os seu ritmo ou ciclo circadiano (relógio biológico) e neste sentido a capacidade produtiva e de concentração altera-se consoante o indivíduo. Além da questão anterior ainda há a compatibilização com o horário familiar que no teletrabalho é mais crítico.

 

Para trabalharmos bem em e-equipa temos que comunicar de uma forma muito eficaz, neste sentido há que elaborar um breve código de conduta de como deveremos comunicar, pois nem todos os meios tecnológicos são ideias para as várias formas de comunicar. Há que ter em consideração por exemplo que por email é muito difícil comunicarmos emoções e que até algumas vezes gastamos muito tempo a explicar o que queríamos dizer. Neste contexto, há que explorar qual o meio mais eficaz desde o correio eletrónico; telefone; a videochamada ou o whatsapp, entre outros.

 

A distância também aumenta a necessidade de feedback. A e-comunicação deve ser assertiva e sucinta, por exemplo emails muito extensos e documentos complexos não ajudam na fluidez comunicacional.

 

Apesar dos colaboradores das empresas não se encontrarem no mesmo espaço físico, é fundamental promover reuniões on-line. Estas mesmas reuniões deverão cumprir o código de conduta e deverão ser documentadas para consulta futura e orientação. Outra boa prática é agendar reuniões on-line em que os temas sejam informais e descontraídos, fomenta a coesão e a afinidade entre os colaboradores. 

 

Empresário

Ver comentários
Mais artigos do Autor
Ver mais
Mais lidas
Outras Notícias